domingo, 23 de novembro de 2014

Colúnia Esportiva 54 - Bicampeão!



Salve Salve Nerds!



Última etapa do ano na Fórmula 1, briga de título entre Nico Rosberg e Lewis Hamilton em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes. Na qualificação, Q1 dominado pelas Mercedes e seguida pelas Williams, como habitualmente vem acontecendo. Ficaram de fora Grosjean, Gutierrez, Maldonado, Kobayashi e o estreante da Caterham, Stevens. A segunda parte seguiu do mesmo modo, sem surpresas exceto Magnussen fora. Junto a ele ficaram de fora Vergne, Hulkenberg, Perez e Sutil. E no Q3, Rosberg foi melhor e deixou Hamilton sob pressão em segundo. Em terceiro ficou Bottas, quarto Massa, quinto Ricciardo, sexto Vettel, sétimo Kvyat, oitavo Button, nono Raikkonen e décimo Alonso. As Red Bull tiveram as asas consideradas irregulares e assim largaram dos boxes. Grosjean largou em último e ainda teria que pagar uma punição nos boxes durante a prova por ultrapassar o limite de pneus usados.



Na largada, Rosberg foi mal e perdeu a liderança para Hamilton. Massa foi bem e pulou para terceiro. Bottas foi muito mal e caiu para oitavo. Em quarto Button e quinto Raikkonen. Após colisão na primeira volta, Magnussen teve a suspensão partida. Grosjean já se encaminhou aos boxes para cumprir sua punição. Apesar da batida, Magnussen seguiu na prova. Hamilton, na volta 5, já abriu 1 segundo e meio de Rosberg, que já se isolou de Massa em quase 5 segundos. Na pura habilidade, Kvyat passou Raikkonen, que havia deixado Alonso o ultrapassar para poder brigar pelo terceiro lugar da equipe nos construtores. Bottas aproveitou o motor melhor e passou Raikkonen, ficando em sexto. Alonso na volta 6 e Button, Kvyat e Raikkonen pararam na volta 7 nos boxes. Ainda sem pararem, os 5 primeiros eram Hamilton, Rosberg, Massa, Bottas e Hukenberg. Tentando o nono lugar, Vettel foi pra cima de Magnussen. 
Pela batida em Magnussen, Hulkenberg foi punido com o famoso stop and go, parada de 5 segundos no boxe. Hamilton parou na volta 11 com Bottas e Rosberg na volta seguinte. Felipe Massa, arriscando, não parou e ficou com a liderança provisória. Grande briga entre Vergne e Ricciardo. O piloto da STR segurou os ímpetos do australiano. Massa enfim foi para os boxes e voltou em terceiro, oito segundo atrás de Rosberg. O top 5 na volta 16 tinha Hamilton, Rosberg, Massa, Ricciardo e Bottas. Kvyat escapou da pista e acabou abandonando a prova. Ricciardo, em quarto, ainda não havia parado, assim como o seu companheiro de equipe Vettel, porém ambos estavam com rendimento bem ruim. Na volta 22, nada de bom ocorrendo e top 5 com Hamilton, Rosberg, Massa, Ricciardo e Bottas. Bem mais rápido e com pneus bem melhores, Bottas encostou em Ricciardo, que ainda não havia ido aos pits. Rosberg errou, escapando da pista e perdeu 3 segundos. O alemão também falou pelo rádio que estava com problemas no carro. Com isso, Massa vinha chegando em Rosberg, muito mais rápido que o alemão. O título vai fugindo das mãos de Rosberg. Com extrema facilidade, Massa passou o lento carro de Rosberg, que estava cada vez em piores condições. Maldonado, com problemas no motor, viu seu carro pegar fogo e o obrigando a abandonar. Voando, Massa tirou 1.5 segundo para Hamilton. O brasileiro vinha realmente muitíssimo melhor para o inglês, que via Massa conseguindo andar até 1.5 segundo mais rápido por volta, mas na volta 31 ainda estava 8 segundos atrás de Hamilton. Na volta 32, Hamilton foi para os boxes tentando resolver os problemas do carro com a troca de pneus. Hamilton mal voltou e já passou o lento Rosberg, que também já via Bottas encostando a 2.5 segundos dele. Bottas passou Rosberg e colocou a segunda Williams também no pódio. 
Top 5 na volta 35 com Massa, Hamilton, Bottas, Rosberg e Ricciardo. Rosberg foi aos boxes de novo e caiu para sétimo. Bottas foi para os pits, voltando em quarto logo atrás de Ricciardo. Vettel também chegou e passou Rosberg, que agora caiu para oitavo. Massa vinha voando, mesmo com o pneu tendo 23 voltas de uso. A diferença do líder Massa para Hamilton era de 15.5 segundos, ainda não suficiente caso o inglês não pare mais nos boxes.Momentos de decisão para Massa, que não parou e fica no dilema de parar e ficar muito atrás de Hamilton ou tentar seguir, arriscando que os pneus não esfarelem. Hamilton é que tirava tempo de Massa na volta 43, com mais de 1 segundo por volta. E sob pressão, Massa foi para os boxes, arriscando tudo e mais um pouco para tirar a diferença para Hamilton. Porém, a diferença era de 11 segundos restando 11 voltas, além de Hamilton estar fazendo as melhores voltas da prova. Agora, amigos, somente um milagre da velocidade para Massa conseguir passar Hamilton e vencer. A dez voltas do fim, Hamilton liderava, Massa estava em segundo, Ricciardo terceiro, Bottas quarto e Vettel quinto. Faltando 7 voltas, Massa precisava tirar 7 segundos. Com 6 voltas restando, Massa vai perdendo rendimento com os pneus se desgastando, mas ainda há esperanças. Restando 5 voltas, 5 segundos para Massa.  Com 3 voltas, 3.7 para Hamilton, tenso para conseguir. Com duas voltas, 3 segundos de diferença entre os dois. E acabou! Lewis Hamilton vence e é bicampeão Mundial de Fórmula 1!!!! Em segundo Massa, após grande prova e disputa nesse final! Em terceiro Bottas, quarto Ricciardo, quinto Button, sexto Hulkenberg, sétimo Perez, oitavo Vettel, nono Alonso e décimo Raikkonen. Com 11 vitórias na temporada, Hamilton mais do que mereceu o título, diferente de Rosberg, que foi bem mas conseguiu apenas 5 vitórias. 



Voltamos ano que vem, dia 15 de março, na Austrália, para a temporada 2015 da Fórmula 1!
Até mais!

terça-feira, 18 de novembro de 2014

Vídeos da Semana



Salve Salve Nerds!



Hoje voltamos com os principais vídeos esportivos que encontramos nesta semana. Começamos com o Barcelona, que a convite da EA Sports levou seus jogadores para jogarem uma partida de FIFA 15 entre si. Confira no vídeo o resultado, via Brasil Mundial FC:





Em partida pelas eliminatórias da Eurocopa de 2016, Escócia e Irlanda se enfrentavam. E os escoceses venceram em um lance atípico e até reprovado por muita gente, o escanteio curto. Confira, via Doentes por futebol:


Não recordamos se já colocamos estas propagandas aqui, mas mesmo assim vale como recordação. Algum tempo atrás, uma empresa resolveu tentar abrir os olhos dos brasileiros sobre o Rugby, que é um esporte em ascensão mas ainda recebe pouco apoio. Veja alguns dados informados na propaganda que podem o convencer a praticar ou torcer por equipes:


Você que vai para a Itália e gosta de futebol, agora pode inclusive viajar se sentindo um torcedor. A Juventus resolveu lançar o seu próprio trem, que será identificado com as cores do clube e no seu "lançamento" recebeu reforços. Confira, via Brasil Mundial FC:



Este final de semana tivemos UFC no México, que inclusive o Arthur falou sobre todos os confrontos. Mas, deixando as lutas de lado, alguns lutadores resolveram participar de outra competição mais saborosa, a de quem comia mais Tacos. O vencedor seria quem comesse mais Tacos em 5 minutos ou 25 Tacos primeiro (haja Tacos amigos). Confira:


Para fechar, a UEFA resolveu escolher, em comemoração aos seus 60 anos de fundação, os gols mais bonitos de suas competições. São muitos gols mesmo, de todos os jeitos, de muitas nacionalidades e com toda a categoria que esses 60 anos de competições merecem. Há inclusive gols brasileiros, 4 na verdade, anotados por Kaká quando estava no Milan, Taison no Metalist, Eric Pereira do Pandurii da Romênia e Alan do Red Bull Salzburg, da Áustria. Você pode conferir todos os gols no endereço especialmente criado pela UEFA AQUI. Também é possível votar nos mais bonitos segundo a sua opinião.

Até mais!

segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Combo de Final de Semana



Salve Salve Nerds!

Está no ar mais um.... Combo de Final de Semana!

Iniciamos os trabalhos falando do UFC 180, realizado de sábado para domingo no México. A luta principal foi entre o brasileiro Fabrício Werdum e Mark Hunt, da Nova Zelândia. O neozelandês foi melhor durante boa parte da luta, mas não resistiu a uma incrível joelhada do brasileiro, que praticamente fechou a luta e deu o cinturão interino dos pesos pesados enquanto Cain Velásquez, atual detentor do cinturão, não volta de lesão. Todas as lutas e o relato deste confronto você confere no post do Arthur AQUI.



Seguimos agora para Londres, onde tivemos as decisões no ATP Finals, o torneio dos campeões dos Masters 1000 da Associação dos Tenistas Profissionais. Na simples, a decisão seria entre Nova Djokovic e Roger Federer, que acabou sentindo dores nas costas e resolveu não jogar, portanto este foi o quarto título seguido de Djokovic do torneio. Para o público não ficar sem um jogo, Andy Murray foi chamado para um único set a ser disputado contra o sérvio, que venceu por 8 a 5. 
Já nas duplas, o brasileiro Marcelo Melo disputou a decisão com Ivan Dodig contra os irmãos Bryan. A dupla composta pelo brasileiro perdeu o primeiro set por apertado 7/6, venceram o segundo bem por 6/2 mas no tie-break não resistiram a melhor dupla do mundo e levaram 10-7. Maiores informações e até vídeos do jogo você confere AQUI.



Das quadras para as pistas, onde tivemos mais uma etapa da Stock Car, agora em Salvador. Na primeira prova, Allam Khodair encerrou seu jejum de 2 anos sem vencer na categoria. Sendo pole position e em um circuito de rua, Khodair precisou apenas segurar na largada e assim garantiu a vitória. Felipe Fraga até tentou, passou Rubinho e Átila Abreu mas foi atrapalhado por um Safety Car e não chegou em Khodair. Na segunda prova do dia, Sérgio Jimenez conseguiu passar o pole Rafa Matos e não saiu do primeiro posto mais. Thiago Camilo passou também Rafa Matos, porém uma de suas portas saiu com uma batida, obrigando o piloto a ir aos boxes para recolocar. Com as duas provas, Rubens Barrichello, o Rubinho, manteve a liderança após ter dois quartos lugares em Salvador. Rubinho tem a vantagem de 15.5 pontos para o segundo colocado, Átila Abreu, antes da última prova, Maiores detalhes das provas você confere AQUI.



Vamos agora com a rodada do Brasileirão, a trigésima quarta e sem jogos no zero a zero. No sábado, o Fluminense venceu o Botafogo no clássico carioca, 1 a 0 gol de Edson. O fogão ainda perdeu grande chance com Carlos Alberto que chutou o ar para enganar o goleiro e perdeu a chance. Em Dortmund, o Criciúma apanhou do Grêmio. O tricolor fez 3 a 0, gols de Dudu, Barcos e Ramiro. Assim, o tigre vai praticamente carimbando sua vaga para a segundona. No Maracanã, o Flamengo recebeu o Coritiba. Lucas Mugni abriu o placar e após grande jogada, Gabriel tocou para Everton apenas tocar para a rede, 2 a 0. Joel, o cruel, diminuiu para o coxa. Chicão ainda teve um pênalti para converter, mas Vanderlei defendeu. O mengão ampliou com o presidente Nixon e Joel, de novo ele, anotou o gol coxa branca. Final 3 a 2. 
Na Arena Fonte Nova, o Bahia recebeu o Corinthians. O gol do timão surgiu após incrível lançamento de Cássio para Malcom, que chutou tirando do goleiro e marcou, 1 a 0. Na segunda etapa, Willian Barbio cruzou e Kieza empatou. A partida parecia caminhar rumo ao empate, mas Danilo fez bom cruzamento para Renato Augusto de cabeça virar. Final 2 a 1. No Beira-Rio, o Internacional venceu o Goiás com um golaço de bicicleta de Paulão. O Santos não resistiu ao líder Cruzeiro e perdeu em gol de Ricardo Goulart após boa tabela do ataque. O Sport conseguiu passar pelo Atlético Paranaense, que em casa e perdendo um pênalti com Cléo, viu Diego Souza fazer um gol de voleio e garantir a vitória, 1 a 0. No Independência, o Atlético Mineiro recebeu o Figueirense. E o time catarinense saiu na frente em chutaço de Jefferson. O galo empatou com Dodô em outro gol bonito de primeira. Final 1 a 1.
Na Arena Condá, a Chapecoense perdeu para o Vitória, que enfim venceu com gol de Dinei. No clássico paulista, o São Paulo venceu o Palmeiras por 2 a 0, gol de Luís Fabiano de primeira e Rafael Tolói. 
Fique abaixo com os gols da rodada no Gols da Zueira:



Até mais!

domingo, 16 de novembro de 2014

UFC 180



Salve Salve Nerds!
Pela primeira vez o octógono do UFC desembarca no México, na Arena Ciudad de México, capital do país.
O evento inicialmente seria a final do primeiro TUF América Latina e teria a disputa de cinturão entre o atual campeão Cain Velásquez contra o gaúcho Fabrício “Vai Cavalo” Werdum. Mas devido a uma lesão o campeão abriu caminho para a disputa do cinturão interino entre o próprio Werdum e o neozelandês Mark Hunt.


(Fotos: Divulgação UFC e Getty Images)
Fabricio Werdum venceu Mark Hunt por nocaute técnico aos 2m27s do R2

No primeiro round Fabrício foi pra cima e tomou a grande esquerda de Hunt, puxou para a guarda e tomou muitos golpes no ground and pound, chutou nas pernas e tomou socos na cara. Hunt foi melhor no primeiro round com boa margem.
No segundo round Werdum parou de ficar parado em frente as bombas de Hunt, ainda assim tomou um Kcnockdown, mas quando voltou a ficar em pé o cansaço estava aparecendo na cara do adversário. Aplicando socos e saindo para evitar o contra golpeaté que Fabrício achou uma bela joelhada que derrubou o roliço samoano. O brasileiro precisou ainda lançar alguns golpes no chão para o juiz interromper.
Feliz com o título do brasileiro, mas temos que ser realistas, Cain Velásquez é milhões de anos luz a frente de Mark Hunt, logo não poderemos  regrar a luta deste sábado como teste para o americano Velásquez. Se você quer ver o brasileiro com o cinturão torça para que Cain fique lesionado até depois de Março do ano que vem.

Kelvin Gastelum venceu Jake Ellenberger por finalização aos 4m46s do R1.

Uma luta clara da nova contra a velha geração. Ellenberger já não é mais o mesmo e ao mesmo tempo Gastelum é um meteoro, só evolui a cada luta.
Com uma movimentação mais solta Gastelum entrou e saiu algumas vezes na guarda de Ellenberger, até que botou o seu grande wrestling e passou quase um minuto amassando o adversário. Quando a luta voltou a ficar em pé Jake aplicou alguns duros golpes e uma boa queda, mas rapidamente Kelvin saiu da posição, aplicou alguns socos no ground and pound e em uma brilhante transição conseguiu pegar o mata-leão e acabar a luta.
Gastelum é um dos novos nomes que eu mais gosto, pois tem um coração de lutador, é muito talentoso e disciplinado em seus trinos, tomara que esta garoto, ainda invicto, chegue longe.

Ricardo Lamas venceu Dennis Bermudez por finalização aos 3m18s do R1.

Ricardo Lamas mostrou a razão de ser considerado um dos melhores pesos-pena do mundo. Bermudez começou explosivo, indo para cima e soltando muitos golpes, mas Lamas logo parou o ímpeto do adversário aplicando bons chutes e socos.
O inicio do fim foi quando Lamas acertou um excelente Jab que derrubou o adversário e logo quando Bermudez caiu Lamas foi direto para a guilhotina e não perdeu tempo, acabando a luta.
Ricardo Lamas é um grande lutador e teria mais espaço na categoria se o campeão não fosse José Aldo, que está muito acima do resto da categoria.

Outros Resultados:

Augusto Montaño venceu Chris Heatherly por nocaute técnico aos 4m20s do R1.


Hector Urbina venceu Edgar Garcia por finalização aos 3m38s do R1

Resultados    do      card    preliminar:
Yair Rodriguez venceu Leonardo Morales por decisão unânime (triplo 29-28)
Alejandro Perez venceu José Quiñonez por decisão unânime (29-26, 29-26, 28-27)                            
Jessica Eye venceu Leslie Smith por nocaute técnico ao 1m30s do R2
Gabriel Benitez venceu Humberto Brown por finalização aos 30s do R3
Henry Briones venceu Guido Canetti por finalização ao 1m44s do R2
Marco Beltran venceu Marlon Vera por decisão unânime (triplo 29-28).
Até Mais !

sábado, 15 de novembro de 2014

Gols da Semana



Salve Salve Nerds!



No post de hoje, infelizmente não teremos os 10 gols mais bonitos da semana, pois a TV Golo não os colocou no ar. Porém, contudo, entretanto, todavia, temos outros gols para mostrar, começando pelos 10 selecionados que concorrem ao gol mais bonito de 2014 pela Fifa, o prêmio Puskas. Na lista, temos 3 gols anotados na Copa do Mundo, o de Van Persie no seu peixinho mortal, James Rodriguez no domínio incrível e chute perfeito contra o Uruguai e Tim Cahill pela Austrália chutando com o seu "pé ruim", o esquerdo, e fazendo um golaço diante da Holanda. Além destes, há um gol de uma mulher, Stephanie Roche, do artilheiro Diego Costa e de outro brasileiro nada conhecido, Camilo Sanvezzo, que joga no Canadá. Confira todos os gols abaixo:



Não nos recordávamos, mas a EA Sports seleciona os gols mais bonitos que os jogadores virtuais tenham marcado no FIFA 15 ou outras versões mais antigas, que você mesmo consegue enviar quando é mostrado o replay do gol no videogame. Portanto, abaixo estão os gols mais bonitos feitos no FIFA 15 na primeira semana de novembro:



Agora, para fechar, trazemos os gols que tivemos na decisão da Copa do Brasil, o jogo isolado do São Paulo contra o Internacional pelo Brasileirão, além da vitória da seleção brasileira contra a Turquia. Lembrando que o galo venceu o rival Cruzeiro por 2 a 0, gols de Luan, levemente impedido e Dátolo em grande lateral cobrado por Marcos Rocha. O tricolor bobeou e também contou com erro terrível da arbitragem, que não viu um claro impedimento de Paulão, que fez o gol do Inter. Luís Fabiano fez o dele mas não conseguiu trazer a vitória, que encostaria o São Paulo no líder Cruzeiro.
Já a nossa seleção não teve dificuldades para golear a Turquia com dois gols de Neymar, o primeiro e o último, além de um gol contra e outro de Willian.
Veja abaixo no Gols da Zueira:


Até mais!

quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Youtube Esportes 2



Salve Salve Nerds!



Enfim tivemos um tempo maior para postar na quinta-feira, mas isso é outra história que deveremos esclarecer em breve. Agora, trazemos a parte 2 de indicações de canais do Youtube que falam de esportes. A primeira parte você confere AQUI.

Começamos falando do canal oficial da Red Bull. Você deve saber, que além de produzir energéticos, a marca investe pesado nos esportes e principalmente nos radicais. Tanto Skate, Surfe, Air race (aviões), e tantos outros esportes tem a sua atenção da marca. E, no canal da empresa, são colocados depoimentos e imagens de atletas desses esportes. Você, que como eu não acompanha tanto essas modalidades vai se impressionar com as imagens e o risco que esses atletas correm a cada manobra. Confira abaixo um dos vídeos do canal:



Se há um canal que investe pesado em propagandas incríveis e ações de marketing muitíssimo bem feitas, esse é o canal da Nike Football. A empresa não se contenta com a fama e reconhecimento que já tem e ainda produz verdadeiras obras de arte sobre o futebol e seus produtos. Veja no replay:



Agora, falamos da concorrente da Nike, a Adidas, que faz ótimas propagandas e ações de marketing, mas também resolveu trazer as equipes patrocinadas por ela para estarem mais próximas da marca. Como resultado, eles visitam os clubes e fazem desafios, conversas, entrevistas, tudo para atrair mais o consumidor, que atualmente não se preocupa apenas com o produto mas com tudo que envolve uma empresa. Veja abaixo o desafio do 1 toque com jogadores do Basel:



Um canal não tão conhecido do público em geral é o RIDE Channel, um canal que fala basicamente sobre o Skate. Normalmente são trazidos skatistas conhecidos do público, como a lenda Tony Hawk, para falar sobre o esporte e também realizarem desafios. São mostrados torneios, desafios, entrevistas e literalmente tudo o que você precisa saber sobre um esporte antes considerado à margem da sociedade e que atualmente tem muito valor e reconhecimento. Confira abaixo o vídeo apresentando o canal:


Aqui no Brasil, temos o canal do Esporte Interativo, o canal da televisão normal e que resolveu também apostar na internet como divulgação. No canal há uma extensão dos programas transmitidos pela TV, com melhores momentos das lutas no WWE e MMA, dos campeonatos de futebol que o canal transmite, além de alguns programas da grade que estão também na internet. Veja a apresentação abaixo:



A ESPN é outra emissora que interage bastante com o seu internauta, porém colocando seus vídeos no próprio site. São partes de programas, gols e melhores momentos de jogos, além de programas exclusivos da internet, como o Antunadas, sobre os esportes dos Estados Unidos, o Pergunte ao PVC, com o próprio respondendo perguntas dos internautas e prevendo os resultados do Campeonato Brasileiro, além do Fala Sério, o programa mais sem noção do esporte no site. Confira abaixo um episódio do Fala Sério que foi colocado no Youtube:



Até mais!

terça-feira, 11 de novembro de 2014

Vídeos da Semana



Salve Salve Nerds!



Mais uma terça-feira e vamos aqui com os principais vídeos da semana no esporte. Iniciamos com Neuer, o goleiro da Alemanha e do Bayern de Munique. Pelo seu clube, o goleiro com mania de sair jogando resolveu dar um passe com muito estilo. Confira, via Brasil Mundial FC:




O natal está chegando, fim de ano e festas para todos. Para atrair o público neste final de 2014, o Everton resolveu clamar pelo clima natalino, e de quebra trouxe Eto'o e Pienaar como chamativos na venda de ingressos para os jogos mais importantes da equipe nesta reta final. Veja abaixo, via Trivela:





Quando você marca um gol no FIFA, uma das coisas mais legais é tentar fazer uma comemoração diferente com o jogador que marcou o gol. Uma das comemorações mais divertidas é a que o jogador se finge de morto. Agora, imagine esta comemoração sendo feita por um atleta real em uma partida real. Sim, Jimmy Briand, do Hannover 96, resolveu fazer esta comemoração:




Você já pode ter sido enganado pelo vendedor da sua televisão, que dizia a você que aquela TV traria a sensação de estar no estádio. Pois, em uma partida da Champions League um torcedor colocou uma câmera na cabeça para mostrar exatamente como é ver um jogo da maior competição de clubes do mundo, via Quatro4Dois:




Na partida entre Paris Saint-Germain e Olympique de Marselha, o brasileiro Lucas deu um drible sensacional. Lembrando Garrincha, Lucas deu um incrível drible de corpo no adversário. Veja a habilidade do jogador:


Até mais!

segunda-feira, 10 de novembro de 2014

Combo de Final de Semana



Salve Salve Nerds!

Está no ar mais um...... COMBO DE FINAL DE SEMANA!

Iniciamos os trabalhos conversando sobre os dois UFCs que tivemos este final de semana. O UFC Fight Night 55 e o 56. No primeiro, a luta mais esperada era entre Maurício Shogun e o americano e desafiante Ovince St. Preux. Surpreendentemente, Shogun acabou levando golpes certeiros logo no começo da luta, mais precisamente 34 segundos, e foi nocauteado por St. Preux. Uma decepção, segundo nosso comentarista Arthur.


Já no UFC Fight Night 56, Luke Rockhold encarou Michael Bisping. O combate estava equilibrado e os dois conseguiam resistir aos golpes um do outro, até Rockhold acertar um bom chute e derrubar Bisping, que foi imobilizado e precisou dar os famosos 3 tapinhas no chão para desistir. Os detalhes destas duas lutas e de todas as outras dos dois eventos do UFC você confere no post do Arthur AQUI.

Seguimos agora para falar de Fórmula 1, que teve o GP do Brasil neste final de semana. No duelo entre as Mercedes, quem levou desta vez foi Nico Rosberg, que superou Hamilton, o segundo. Assim, a briga pelo campeonato se acirra para a última etapa em Abu Dhabi, onde teremos o dobro de pontos que o normal. Rosberg precisa vencer e torcer para o companheiro de time não terminar em segundo. Ainda na corrida, Felipe Massa foi punido por passar da velocidade nos boxes e depois passou pelo boxe da Mclaren antes de ir para o da Williams na sua terceira parada, porém ainda assim ficou em terceiro na prova. Outro destaque foi Nelson Piquet, que no boxe da Mercedes beijou Niki Lauda e depois na entrevista com os pilotos no pódio disse para Hamilton que invejava a namorada que ele tinha. Todos os detalhes desta boa prova você confere na Colúnia Esportiva


No Tênis, o último evento importante do ano, o ATP Finals. Neste torneio são reunidos os campeões de todos os Masters 1000 da ATP, Associação dos Tenistas Profissionais, com alguns vices caso alguém vença mais de um torneio. E se você pensa que não há brasileiros presentes está enganado, pois nas duplas temos dois ótimos tenistas, Marcelo Melo e Bruno Soares, que jogam com duplas estrangeiras. No sábado, Melo e Ivan Dodig venceram a dupla Daniel Nestor e Nenad Zimojic por 2 sets a 0. Já no domingo, Bruno Soares e Alexander Peya passaram por Jean-Julie Rojer e Horia Tecau no sufoco. Apenas no tie-break o brasileiro e sua dupla conseguiram o triunfo, após 1h27 minutos e parciais de 6/3, 3/6 e 12/10. Os jogos de simples serão e estão ocorrendo hoje.


Falamos agora do amado Campeonato Brasileiro, rodada 33. No sábado, o Palmeiras recebeu o mistão do Atlético Mineiro, que mostrou bom elenco e passou por cima dos paulistas com gols de Tiago e Dodô, que não é o artilheiro dos gols bonitos mas fez um baita gol também. O desesperado Coritiba conseguiu vencer o Fluminense, que ainda sonha com o G-4. O coxa venceu com gol de Joel, o cruel. No outro confronto entre cariocas e paranaenses, o Atlético Paranaense afundou o Botafogo mais ainda. Os dois gols do jogo foram anotados por Cléo, um impedido e outro em posição legal. No Barradão, o Vitória recebeu o São Paulo, que queria ao menos pressionar o Cruzeiro na liderança. Os paulistas saíram na frente com Luís Fabiano, que fez o gol de costas. Em um verdadeiro chutaço, de rara felicidade, Kadu fez uma verdadeira pintura e empatou o jogo. No final, escorregão do zagueiro e a bola ficou com Luis Fabiano, que serviu para Kaká virar e manter o tricolor na luta pela taça, 2 a 1. 
No jogo da rodada, clássico riograndense entre Grêmio e Internacional. O tricolor gaúcho abriu o placar com Luan e ampliou com Ramiro no começo da segunda etapa.  O Inter diminuiu em belo chute de Rafael Moura, de fora da área. Mas, Alan Ruiz estava inspirado e marcou dois belos gols para alegria de Felipão, o aniversariante do dia, e da torcida. Final 4 a 1 e fim de tabu de 9 jogos sem vitórias gremistas no clássico. No clássico catarinense, o Figueirense venceu a Chapecoense por 1 a 0, gol de Marcão com estilo, de letra. Na Arena Pernambuco, o Sport começou vendo o Flamengo abrir 2 a 0 com Márcio Araújo e Nixo, porém os pernambucanos reagiram e empataram no final com Danilo, de falta e Mike, impedido. Final 2 a 2. 
No jogo do líder, o Cruzeiro recebeu o Criciúma, o lanterna. E os catarinenses começaram melhores e marcaram com Lucca. O tigre resistiu na primeira etapa e na segunda o goleiro evitou uma goleada, mas mesmo assim Marcelo Moreno, Willian e Ricardo Goulart fizeram seus gols e deram a vitória ao time celeste, 3 a 1. Em outro jogo com vários gols, o Goiás soterrou o Bahia com um sonoro 3 a 0. Erik fez os dois primeiros e de falta Thiago Mendes ampliou. No clássico paulista, o Corinthians recebeu o Santos e venceu pelo placar mínimo, 1 a 0 e gol de Guerrero, o artilheiro do time com 10 gols no campeonato. 
Veja abaixo, no Gols da Zueira, os gols da rodada:



Até mais!

domingo, 9 de novembro de 2014

Colúnia Esportiva 53 - Decisão Adiada


Salve Salve Nerds!



A Fórmula 1 volta para Interlagos e ao Brasil para mais uma das grandes corridas da temporada. Na qualificação, domínio das Mercedes, mas com surpresas. O Q1 teve os normalmente classificados, e de fora tivemos Grosjean, Vergne, Perez e Maldonado. No Q2 as Williams reagiram e fizeram segundo e terceiros tempos com Massa e Bottas, tendo Rosberg em primeiro. Os eliminados foram Gutierrez, Sutil, Hulkenberg e Kvyat. Na briga pela pole position, o Q3, as Mercedes levaram um susto ao ter as Williams muito próximas nos tempos, menos de 1 centésimo de diferença entre os 4 carros. Na segunda tentavia Hamilton e Rosberg melhoraram os tempos e as Williams de Massa e Bottas abortaram a segunda tentativa para poupar pneus. Assim Rosberg foi o pole, Hamilton segundo, Massa terceiro, seguido de Bottas, Button, Vettel, Magnussen, Alonso, Ricciardo e Raikkonen. 


Na largada, posições mantidas, as Williams não conseguiram passar as Mercedes e Hamilton não passou Rosberg. As Mercedes já abriam um pouco para Massa, mas a diferença poderia cair com Hamilton já atacando Rosberg. Trenzinho comandado por Alonso, o sétimo, seguido por Vettel, Ricciardo, Gutierrez e Raikkonen. Poucas ultrapassagens no começo e já na volta 6 Massa foi para os boxes, podendo ser arriscado. Bottas e Button seguiram o brasileiro e também apareceram nos boxes. Rosberg também foi para os pits e assim Massa pode ter chances com esse "pulo do gato". Porém, o brasileiro passou da velocidade nos boxes e foi punido com 5 segundos. Que fase!
Bottas também foi punido por estar com o cinto de segurança solto. No momento, volta 10, o líder era Hulkenberg, seguido por Kvyat e Rosberg em terceiro. E na volta 14 Hulkenberg não resistiu ao carro superior de Rosberg, que assumiu novamente a ponta. Diferença de 3 segundos entre Rosberg e Hamilton. Massa passou Kvyat e tomou o quarto posto. Muitas reclamações de aquecimento dos pneus e problemas causados por isto. No meio do grid, Alonso e Vettel tentavam galgar posições e estavam no momento em oitavo e nono.
Top 5 com Rosberg, Hamilton, Massa, Bottas e Button, que já pressionava o finlandês. Hamilton e Rosberg fazendo voltas quase 1 segundo mais rápidas que as Williams. Com o carro pior, Grosjean viu Alonso e Vettel também o passarem. Felipe foi para os boxes e pagou a sua punição de 5 segundos. Rosberg também parou. Bottas perdeu tempo com o seu cinto de segurança que estava solto e assim Massa não perdeu sua posição pela punição. Hamilton deu uma bela escapada no Laranjinha, mas voltou para a pista. Como problema acabou ficando 7 segundos atrás de Rosberg. Top 5 mudado pelos pits com Rosberg líder, Hamilton segundo, Raikkonen terceiro sem parar e Hulkenberg no mesmo barco em quarto. Massa era o quinto, 3 segundos de Hulkenberg. Ricciardo tentando tomar a décima posição de Alonso. Diferença entre Rosberg e Hamilton seguiu caindo, mas ainda na casa dos 5 segundos. 
Com problemas de freio, Ricciardo abandonou a prova, o primeiro e na volta 40. Rosberg com os pneus fritando nas curvas, trazendo Hamilton para próximo de si no momento 3 segundos de diferença contra mais de 5 que teve. Bottas com sobre-viseira presa na asa dianteira do carro, o que atrapalhou no rendimento do carro. Assim, o pódio de Massa fica mais próximo ainda, ficando na disputa contra Button. Em grande manobra, Alonso deixou para trás Magnussen e assumiu o sexto lugar. Diferença entre Mercedes caindo para 2 segundos, em breve, confronto entre Rosberg e Hamilton. Na volta 51 se iniciaram as paradas nos boxes, com Rosberg e Massa aparecendo. E o brasileiro conseguiu entrar nos boxes da Mclaren, gerando muitas risadas por parte do estagiário, para depois ir aos boxes da frente, que eram os certos. Massa 30 segundos atrás das Mercedes, que já vinham para o duelo. Pausa para momentos de amor e amizade, rs:




Grande duelo entre Button, Vettel e Alonso, com trocas de posições. Seis títulos mundiais nesse trio. Hamilton encostado em Rosberg, mas nada de briga real ainda. Duelo entre companheiros de time com Alonso tentando passar Raikkonen. Com problemas no motor, Grosjean abandonou a prova. Mais rápido, Alonso passou Raikkonen, que tinha os pneus esfarelando e tendo feito apenas duas paradas na prova. E acabou! Vence Nico Rosberg da Alemanha! Em segundo Hamilton e em terceiro Felipe Massa! Quarto Button, quinto Vettel, sexto Alonso, sétimo Raikkonen, oitavo Hulkenberg, nono Magnussen e décimo Bottas. Para a última prova, em Abu Dhabi, Rosberg diminuiu a vantagem de Hamilton para 17 pontos. O inglês precisa terminar em segundo caso o alemão vença a prova, já que ela vale o dobro dos pontos no circuito árabe este ano. 



Até mais!

UFC Fight Night 55 e 56


Salve Salve Nerds!
Mais uma vez eu, Arthur, venho para falar sobre MMA, desta vez o UFC desembarcou nesta ultima sexta para Sydney na Austrália e no Brasil, mais precisamente no ginásio Tancredo Neves,em Uberlândia Minas Gerais
O UFC Fight Night 56 teve a volta aos octógonos do brasileiro Maurício Shogun Rua contra o americano Ovince St. Preux. Sogun inicialmente lutaria contra o inglês Jimi Manuwa, mas ele quebrou o pé e não pode enfrentar o brasileiro.

                   
(Imagens: Divulgação UFC e Getty Images) 
Ovince St. Preux venceu Maurício Shogun por nocaute técnico aos 34s do R1

A luta em si não teve nada de perigoso além de um cruzado de St. Preux e golpes no ground and pound pra acabar a luta. Antes disso foram dados alguns chutes para marcar a distancia, mas sem nenhuma efetividade.
É extremamente decepcionante que Shogun, um dos maiores lutadores peso-meio-pesado de todos os tempos, único a ser campeão do PRIDE e do UFC perca para caras limitados como Ovince St. Preux.
St. Preux por sua vez chamou pra luta o brasileiro Fabio Maldonado, que já aceitou prontamente o desafio. É possível que vejamos uma luta bem interessante desses dois.

Warlley Alves venceu Alan Jouban por decisão unânime

Warlley possui um estilo agressivo, seus primeiros momentos na luta são explosivos, ótimo, mas se o adversário não cai toda a explosão física de Warlley é jogada fora e ele se cansa.
A luta teve um primeiro momento forte de Alves, indo o tempo todo para cima, com seu Muay Thai agressivo e quando a luta vai para o chão ele tenta a todo tempo ficar em vantagem no jogo de solo e venceu o primeiro e o segundo round.
No terceiro round já cansado Warlley não conseguiu aplicar a mesma blitz dos primeiros momentos da luta, mas como já havia ganhado os dois primeiros rounds.
Warlley Alves é um talento, com velocidade, força e técnica o cara vai longe. O mais promissor vencedor de um TUF Brasil tem muito a evoluir, mas já é um bom prospecto que devemos ficar atentos.

Cláudio Hannibal venceu Leon Edwards por decisão dividida

Dhiego Lima venceu Jorge Blade por decisão unânime

Juliana Lima venceu Nina Ansaroff por decisão unânime

Resultados completos do card preliminar:
Diego Rivas venceu Rodolfo Rubio por decisão unânime
Caio Monstro venceu Trevor Smith por nocaute aos 31s do R1
Leandro Buscapé venceu Charlie Brenneman por finalização aos 4m15s do R1
Thomas Almeida venceu Tim Gorman por decisão unânime
Colby Covington venceu Wagnão Silva por finalização aos 3m26s do R3


Agora vamos para o UFC Fight Night 55 contou com um excelente card sem nenhuma decisão dos juízes, recorde no UFC moderno. O main event ficou a cargo do inglês Michael Bisping enfrentando o americano Luke Rockhold.
O UFC me fez ficar acordado de madrugada, então briguem com o Dana White


(Imagens: Divulgação UFC e Getty Images)
Luke Rockhold venceu Michael Bisping por finalização aos 57s do R2

A pressão que Rockhold aplicou sobre Bisping foi determinante. O Muay thai de Michael Bisping é muito técnico, mas o do americano é muito intenso, mais baseado na força bem aplicada e na velocidade.
A luta estava parelha até o momento que Rockhold encontrou a distancia dos chutes. Quando um destes pegou em cheio Bisping caiu e o americano logo pegou uma guilhotina obrigando o adversário a dar os três tapinhas.
Rockhold pode alinhar seu caminho para Ronaldo Jacaré, se a disputa de cinturão entre Belfort e Weidman demorar muito essa seria uma ótima luta para acontecer e definir o próximo desafiante.

Al Iaquinta venceu Ross Pearson por nocaute técnico a 1m39s do R2

O volume de Iaquinta superou a força de Pearson em uma luta com dois bons trocadores técnicos.
No primeiro round o volume foi decisivo para que Iaquinta vencesse o round. No segundo round o prospecto americano circulava mais e começou a achar a distancia e aplicar mais força, até acertar um belo soco que foi o início do fim para Pearsson, que sobreviveu um pouco a blitz, mas depois de mais uns cinco socos bem aplicados o inglês não aguentou e tombou.
Um grande nome para o futuro dos leves Iaquinta venceu seu primeiro grande adversário e espera-se que ele evolua com seus treinos com o ex-campeão dos meio-médios Matt Serra.

Robert Whittaker venceu Clint Hester por nocaute técnico aos 2m43s do R2


Soa Palelei venceu Walt Harris por nocaute técnico aos 4m49s do R2



Resultados do card preliminar: Sem nenhuma luta por decisão, um excelente card preliminar
Jake Matthews venceu Vagner Rocha por finalização técnica a 1m52s do R2
Anthony Perosh venceu Guto Inocente por finalização aos 3m46s do R1
Sam Alvey venceu Dylan Andrews por nocaute aos 2m16s do R1                                     
Louis Smolka venceu Richie Vaculik por nocaute técnico aos 18s do R3
Chris Clements venceu Vik Grujic por nocaute técnico aos 3m06s do R1
Daniel Kelly venceu Luke Zachrich por finalização aos 4m27s do R1
Marcus Brimage venceu Jumabieke Tuerxun por nocaute aos 2m58s do R1

Até Mais!

sábado, 8 de novembro de 2014

Gols da Semana



Salve Salve Nerds!



Sábado de Fórmula 1 e nós voltamos com os gols mais bonitos desta semana no mundo do futebol. E os artilheiros capricharam, tivemos James Rodriguez, Higuaín e outros jogadores marcando gols incríveis e dignos de realmente serem selecionados pela TV Golo. Até um brasileiro, Anderson Talisca, está na lista. Confira:



Até mais!

sexta-feira, 7 de novembro de 2014

As Copas



Salve Salve Nerds!

Voltamos para falar das partidas de volta na Copa Sul-Americana, com o São Paulo, e os dois jogos semi-finais na Copa do Brasil.


Começamos pelo São Paulo, que logo no início levou um baita sufoco do Emelec, já que Bolaños marcou com menos de 40 segundos de jogo o primeiro gol. O tricolor paulista reagiu e fez a virada com Alan Kardec aos 28 e Ganso aos 39 após bom passe de Kaká. A partida parecia encaminhada, mas ele, Bolaños, estava com sorte. Com dois pênaltis para o Emelec aos 3 e 8 minutos, o craque da noite fez os dois gols e virou a partida. O restante do jogo foi com o São Paulo se segurando para não levar mais um gol e os equatorianos sem muita qualidade querendo marcar. Final 3 a 2 e São Paulo classificado para encarar o Atlético Nacional de Medellín. No outro lado teremos o maior clássico argentino, Boca Juniors e River Plate.


Na Vila Belmiro, o Santos precisava reverter o 1 a 0 sofrido pelo Cruzeiro para se classificar a final da Copa do Brasil. Logo com 1 minuto de jogo, Robinho chutou, a bola desviou na defesa e entrou, 1 a 0 peixe. Após ficar 7 jogos sem marcar um gol, Marcelo Moreno anotou aos 7 minutos o gol de empate.O jogo seguiu equilibrado e difícil, principalmente devido a forte chuva. Aos 47 minutos, pênalti duvidoso para o Santos, que Rildo sofreu e Gabriel, o Gabigol, converteu, 2 a 1. Na segunda etapa, o que parecia distante se tornou ao menos por alguns minutos realidade. Rildo, aos 13 minutos, marcou mais um e o Santos fazia 3 a 1, o placar que classificava a equipe. Porém, no final de jogo, aos 35 minutos, Willian fez o segundo. O time da casa seguiu melhor e foi todo ao ataque em busca de mais um gol, que voltaria a os classificar. Porém, no último lance, Willian recebeu ótimo passe de Ricardo Goulart e de cara com o goleiro não perdeu, 3 a 3. Cruzeiro mais que classificado para a decisão mineira da Copa do Brasil.


Com muitos gritos de "Eu acredito" o Atlético Mineiro recebeu o Flamengo no Mineirão, novamente precisando reverter um 2 a 0 levado no jogo de ida. O jogo foi melhor para o galo, que comandava a partida e desperdiçava várias chances, inclusive uma bola na trave de Diego Tardelli. Mas, quem abriu o marcador foi o mengão. Após receber na intermediária, Everton avançou, fugiu da marcação e marcou um belo gol, 1 a 0. No entanto, era o time da casa que estava melhor e a justiça futebolística foi feita com o empate de Carlos após cruzamento de Douglas Santos. Aos 12 minutos, bobeada do Flamengo com passe errado de Eduardo da Silva, na continuação da jogada a bola chegou em Maicosuel, que limpou a marcação e virou o jogo, 2 a 1. Os mineiros seguiram melhores e criando mais, porém faltavam dois gols. Assim como contra o Corinthians, o terceiro gol chegou apenas após os 30 minutos, precisamente aos 36. Marion, que havia entrado na segunda etapa no lugar de Maicosuel, ajeitou de peito para belo chute de Dátolo, 3 a 1. Três minutos depois, cruzamento de Marion na área e a bola sobrou para Luan empurrar para a rede. Era o milagre novamente acontecendo, outro 4 a 1, outra inversão de um 2 a 0, é o Atlético Mineiro entrando para a história e para a final contra o maior rival, o Cruzeiro.
Se há um time da virada, este recentemente é o Atlético Mineiro. Desde a Libertadores do ano passado provando que placares impossíveis não existem quando se está disposto a quebrá-los. Este é o futebol.
Os gols dos 3 jogos citados aqui estão abaixo, no Gols da Zueira:


Até mais!

terça-feira, 4 de novembro de 2014

Vídeos da Semana



Salve Salve Nerds!



Chegamos com os principais vídeos desta semana, e "eu a garantio" que estão muito bons. Iniciamos com uma ação publicitária sobre a volta de LeBron James ao Cleveland Cavaliers. O astro do basquete voltou para sua equipe e cidade do coração e a ação mostra o quanto a cidade se importa com o basquete e o quanto LeBron quer trazer o título da NBA para Cleveland. Confira:

Via Brainstorm 9 e Arthur

Já fizemos, inclusive, um post falando de jogadores de futebol que também eram músicos ou tinham relações estreitas com a música AQUI. Uma das atrações do post, Petr Cech, fez um vídeo tocando bateria novamente. O goleiro do Chelsea tocou desta vez a música Walk, do Foo Fighters. Confira se ele manda bem na bateria:


Via Meio de Campo

Na Austrália, jogo entre Melbourne Victory e Wellington Phoenix, vencido pelo Melbourne por 2x0. O destaque, aos 2:33, não ficou para os gols e sim para as dezenas de gaivotas que estavam no campo no momento de um dos gols. Veja no replay:

  Via Meio de Campo


Na Nascar, toque entre Brad Keselowski, que acabou furando o pneu do carro de Jeff Gordon. No final da prova, os dois foram tirar satisfações sobre o acontecido e após um empurrão de outro piloto, Kevin Harvick, a confusão se iniciou com pilotos e mecânicos trocando golpes. Veja no vídeo abaixo a cena, que não combina muito com o que é o esporte:





Até mais!

segunda-feira, 3 de novembro de 2014

Combo de Final de Semana



Salve Salve Nerds!

Está no ar mais um.......... Combo de Final de Semana!

Antes de iniciarmos os trabalhos, fica a lembrança pelo 600º post, ou seja, este post aqui. Fica o nosso agradecimento a você que nos acompanha e de alguma forma colabora para este blog ser cada vez melhor. Também agradecemos ao nosso estagiário, ao João Vitor e ao Arthur por participarem da história do Nerd Esporte com suas postagens. Estamos próximos dos nossos 50 mil acessos e sem vocês isso não seria possível. Também agradecemos aos nossos parceiros pela ajuda e colaboração.

Agora sim, vamos ao nosso combo. Em Austin, nos Estados Unidos, tivemos a antepenúltima etapa do Mundial de Fórmula 1. Largando na pole position, Nico Rosberg até segurou a ponta na maioria da prova, mas seu companheiro e adversário Lewis Hamilton acabou levando a vitória e assim abriu 24 pontos do alemão no campeonato. Em terceiro ficou Daniel Ricciardo, quarto Felipe Massa e quinto Valteri Bottas. Outro destaque ficou para Pastor Maldonado, da Lotus, que conseguiu trazer o carro número 13 pela primeira vez na história da Fórmula 1 aos pontos. Segundo o Almanaque da F1, apenas Moisés Solana havia usado o carro 13 antes do venezuelano e apenas por 1 prova. Todos os detalhes da prova estão na Colúnia Esportiva 52.


Ainda nas pistas, tivemos mais uma prova da Stock Car, desta vez em Tarumã, no Rio Grande do Sul. Na prova 1, após 5 horas de paralisação por causa da forte chuva no local, Júlio Campos foi o vencedor. Campos fez boa largada e ganhou duas posições, pulando para terceiro. Após isso, na volta 18 fez grandes manobras e passou Allam Khodair e Ricardo Maurício para assumir a ponta da prova e de lá não sair mais. Na segunda prova, o décimo colocado na primeira, Antonio Pizzonia, largou na pole position, seguido de Rubens Barrichello. Os dois batalharam pela vitória e Pizzonia resistiu a pressão em meio a dois Safety Cars. Com o resultado, Rubinho assumiu a ponta do campeonato, com 8 pontos e meio a mais que o segundo.

Os dois vencedores

No Masters 1000 de Paris, decisão entre Novak Djokovic e Milos Raonic. O sérvio número 1 do mundo não deu chances para o canadense e venceu por 2 sets a 0, parciais de 6/2 e 6/3. Neste torneio, Djokovic não perdeu nenhum set e conquistou o sexto título na temporada.


Falamos agora de Campeonato Brasileiro, rodada 32 e na reta final da competição. Na sua arena, o Grêmio venceu com dificuldades o Vitória por 1 a 0, gol de Richarlyson contra após chute de Pará. Mesmo fora de casa, o Fluminense não teve problemas para vencer o Goiás no Serra Dourada com gols de Conca e Fred. Em São Paulo, o Corinthians recebeu o Coritiba e levou um grande susto no primeiro tempo. O coxa começou muito melhor e fez logo 2 a 0 com Robinho e Alex, em belo chute de fora da área. O timão correu atrás na segunda etapa e diminuiu com Elias e empatou com Bruno Henrique no último lance. Final 2 a 2.
Ontem, na Vila Belmiro, o Internacional saiu na frente do Santos em gol de Aránguiz. Gabriel, o Gabigol, empatou na segunda etapa, porém Aránguiz, ele de novo, desempatou e manteve o Inter na briga pelo G-4. Final 2 a 1. No Mineirão, o Cruzeiro recebeu o Botafogo e já apresentou seu cartão de visitas. Aos 5 minutos, Marquinhos abriu o placar e aos 15, Egídio cobrou bela falta e fez o segundo. Na segunda etapa, Léo marcou contra e diminuiu o placar, final 2 a 1 Cruzeiro. Em Dortmund, o Criciúma recebeu o São Paulo. O jogo foi truncado e o primeiro gol saiu apenas aos 36 do primeiro tempo com Edson Silva de cabeça para o tricolor. Em lance bem polêmico, Souza empatou para o Criciúma na segunda etapa e parecia levar o jogo ao empate. Mas, aos 37, Alan Kardec cabeceou certeiro para a virada. Final 2 a 1.
No jogo dos desesperados, o Sport venceu o Figueirense por 1 a 0, gol de Diego Souza. No Maracanã, o Flamengo atropelou a Chapecoense e venceu por 3 a 0, gols de Anderson Pico em belo chute e Nixon duas vezes. No duelo de Atléticos, os paranaenses venceram os mineiros por 1 a 0, gol de Paulinho Dias. Fechando a rodada, o Palmeiras visitou o Bahia e conseguiu a vitória por 1 a 0, gol de Mazinho, o Messi Black.
Confira abaixo os gols da rodada no Gols da Zueira:



Até mais!

domingo, 2 de novembro de 2014

Colúnia Esportiva 52 - O Lorde Xerife Voltou



Salve Salve Nerds!


A Fórmula 1 voltou aos Estados Unidos, em Austin, mais precisamente no Circuito das Américas. Na qualificação, apenas recordamos do domínio da Mercedes, seguida pela Williams. No Q1, com a ausência de Caterham e Marussia devido a problemas financeiros, ficaram de fora apenas 4 pilotos: Vergne, Gutierrez, Vettel e Grosjean. No Q2 seguiu a mesma tônica, apenas com a surpresa de a Sauber passar para a terceira parte do treino pela primeira vez no ano com Sutil. Ficaram de fora nesta parte Maldonado, Perez e Hulkenberg. Na luta pela pole position, Rosberg foi mais rápido e não errou, conseguindo quebrar a sequência de Hamilton, o segundo colocado. Em terceiro ficou Bottas, quarto Massa, quinto Ricciardo, sexto Alonso, sétimo Magnussen, oitavo Raikkonen, nono Sutil e décimo Button, porém o inglês foi punido e caiu para décimo segundo.



Largada limpa das Mercedes, mas com Felipe Massa passando Bottas e assumindo o terceiro posto. Alonso também foi bem e pulou para quarto lugar. E já na primeira volta Safety Car. Sutil bateu o carro em Perez e ficou no meio da pista. Todos foram para os boxes buscando mudar a estratégia de 
pneus e de corrida. Perez também acabou abandonando a prova. Top 5 sem mudanças, Rosberg, Hamilton, Massa, Bottas e Alonso. Após 4 voltas sob Safety Car, enfim ele saiu e a corrida recomeçou. Relargada com Massa pressionado por Bottas e Ricciardo em cima de Alonso. O australiano conseguiu em boa manobra passar o bicampeão mundial e assumir o quinto posto. Gutierrez, Button e Maldonado investigados por acelerar mais do que o permitido durante o Safety Car. Com 9 voltas, as Mercedes já abriam 4.6 segundos de Felipe Massa e o restante do batalhão, briga pela vitória mais do que restrita. Grande ultrapassagem de Vergne sobre Grosjean na luta pelo nono lugar. 
Gutierrez, Maldonado e Vergne foram punidos por excesso de velocidade sob o Safety Car, Button poupado. Após voltas sonolentas, Ricciardo encostou em Bottas, com sede e vontade de passar o finlandês. Porém, Massa e Ricciardo foram para os boxes na volta seguinte. Em outra grande ultrapassagem, Ricciardo deixou para trás Bottas, que tentava recuperar a quarta posição perdida. Raikkonen, sem parar, ocupava a terceira posição. Com problemas no carro, Hulkenberg abandonou a prova. Na briga tripla entre Gutierrez, Vergne e Grosjean, os dois últimos passaram Gutierrez. Diferença entre Rosberg e Hamilton caia entre as voltas 17 e 20, de 2.4 segundos para 1.4. 
Incrível duelo entre Alonso e Button valendo a sétima posição. Button segurou as pontas e manteve distância razoável para o espanhol. Hamilton tirou a vantagem de Rosberg e enfim tivemos uma luta pela vitória. Com seu espírito competitivo, Alonso não desistiu e passou Button com maestria. E Hamilton também foi pra cima e passou Rosberg, valendo a liderança da prova e do campeonato. Vergne tentava passar Grosjean e o francês tentava passar Vettel. Grosjean acabou conseguindo deixar o apagado Vettel para trás. Vergne deixou para trás o alemão e Raikkonen seguiu o caminho. Mais uma vez na habilidade, Alonso ultrapassou Magnussen e assumiu o sétimo lugar. Inspiradíssimo, Grosjean passou Button e ficou com o oitavo posto. Button, com problemas, foi passado por Vergne. 
Na volta 31, top 5 com Hamilton, Rosberg, Massa, Ricciardo e Bottas. Nos boxes, Felipe Massa perdeu posição para Daniel Ricciardo. Assim, o brasileiro ficou com o quarto lugar. Com as paradas dos líderes finalizadas na volta 35, nada de mudança além de Felipe Massa perdendo o terceiro lugar. 
Rosberg vinha voando, tirando 0.9 de Hamilton, que tinha vantagem de mais de 4 segundos. Massa vinha bem também, encostando em Ricciardo. Vettel recuperou um rendimento melhor e encostou em Magnussen na briga pelo nono lugar. Dando o troco em Grosjean, Button fechou a porta e passou o francês. Após escapar da pista na primeira tentativa, Vettel passou Magnussen. Sobrando com os pneus novos, 
Alonso foi para cima de Vettel e no primeiro espaço conseguiu a ultrapassagem pelo sexto lugar. Raikkonen, talvez o pior piloto na corrida, não conseguiu passar Kvyat e ainda levou o X do adversário. Vettel fez a parada na volta 50 e voltou em décimo quarto lugar. Boa briga e trem da alegria comandado por Vergne, que passou Grosjean e trouxe vários carros junto dele. Restando 4 voltas, Massa encostou em Ricciardo tentando ir para o pódio. Vergne passou Button, no trenzinho, e Grosjean foi pra cima do inglês também. Maldonado e Vettel passaram o lentíssimo Button. 
Grosjean acabou escapando da pista e perdendo posições para os citados na linha acima. E após 56 voltas, vence Lewis Hamilton! Décima vitória no ano! Em segundo ficou Rosberg, terceiro Ricciardo, quarto Massa, quinto Bottas, sexto Alonso, sétimo Vettel, oitavo Magnussen, nono Maldonado e décimo Vergne. É a primeira vez que um carro com número 13 pontua na história da Fórmula 1, com Maldonado. Esta também é a segunda vitória de Hamilton em Austin. No campeonato, Hamilton abriu e agora tem vantagem de 24 pontos para Rosberg restando duas provas, no Brasil e em Abu Dhabi valendo o dobro de pontos. 



Até mais!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...