segunda-feira, 30 de novembro de 2015

Brasileirão 2015 - Rodada 37



Salve Salve Nerds!



Penúltima rodada do nosso amado brasileirão. A emoção segue, com briga grande entre os times que não querem cair para a segunda divisão. 

No Morumbi, o São Paulo encarou o desesperado Figueirense. No começo de jogo, Pato tomou a bola, tocou para Ganso e o meia serviu Luis Fabiano, que mandou pro gol no seu último jogo pelo clube no Morumbi. Aos 26 minutos, com mais espaço em campo, o figueira empato com Clayton, que aproveitou bobeira da defesa tricolor. Na segunda etapa, de voleio, Carlos Alberto tratou de virar o placar. Na bacia das almas, Alan Kardec empatou para o São Paulo  e na bacia da bacia das almas, aos 49 minutos, Thiago Mendes virou. Final 3 a 2.

No Maracanã, o Fluminense recebeu o Internacional, que ainda sonha com a Libertadores. Vitinho abriu o marcador para os gaúchos e ele se manteve durante boa parte do jogo. O tricolor carioca teve até um jogador expulso, Osvaldo, mas mesmo assim conseguiu empatar em gol de Cícero, de pênalti. Final 1 a 1.

Lutando contra a queda, o Avaí recebeu a Ponte Preta na Ressacada. Em má fase e sem ter muito o que fazer no restante de campeonato, a Ponte Preta viu Antonio Carlos abrir o placar para o time da casa. Na segunda etapa, Elton foi expulso e dificultou mais ainda os trabalhos para o time de Campinas. Final 1 a 0.

Em São Januário, o time que escolheu acreditar recebeu o Santos. Com uma hora de atraso, choveu muito no Rio de Janeiro e o gramado não tem uma drenagem muito boa, o jogo começou. O peixe criou chances e deu trabalho para Martín Siilva, que fez grandes defesas durante o jogo todo, mesmo contra a equipe reserva do Santos, já que os titulares foram poupados para a decisão da Copa do Brasil. Em pênalti reclamado pelos santistas e sofrido por Nenê, o camisa 10 do Vasco cobrou e converteu. Final 1 a 0.

No duelo do vice-líder contra o terceiro colocado, o Grêmio encarou o Atlético Mineiro. O começo de jogo não foi animador e deu sono aos 39 mil presentes no estádio. Aos 30 minutos, Everton fez tabela com Marcelo Oliveira e marcou. No final da primeira etapa, Dátolo foi derrubado por Pedro Geromel na área. Lucas Pratto cobrou e marcou, 1 a 1. No segundo tempo, o galo foi pra cima e fez muita pressão sobre a defesa tricolor. No entanto, de falta, por baixo da barreira, Luan marcou e deu os três pontos ao Grêmio, que ainda sonha com o vice. 

Na "goleada" da rodada, o Cruzeiro passou por cima do já rebaixado Joinville. Willian, Charles e Alisson fizeram os tentos do time celeste, que não briga por mais nada na competição. Final 3 a 0. 

Depois de festejar o título, o Corinthians visitou o Sport na Ilha do Retiro. A equipe da casa foi melhor que o mistão corinthiano e venceu com certa tranquilidade por 2 a 0, gols de Matheus Ferraz e André. Mesmo vencendo, o Sport não tem mais chances de Libertadores. 

No Allianz Park, o Palmeiras recebeu o Coritiba. Jogando com time misto, o Palmeiras não apresentou um bom futebol e foi batido pelo desesperado Coritiba. Juan marcou na primeira etapa e Henrique Almeida, o artilheiro do coxa, no último minuto de jogo. Final 2 a 0. 

Na Arena Condá, a Chapecoense jogou diante do Goiás, o time mais rebaixado dos não rebaixados. O verdão do oeste estava apático em campo e viu o esmeraldino ir pra cima. Aos 28 minutos, de pênalti, Erik fez o primeiro. Aos 32, Fred cobrou falta no ângulo e ampliou. No segundo tempo, Cléber Santana cobrou falta, cruzando para Tulio de Melo, que diminuiu o placar. Após certa pressão, aos 32 minutos Fred, de novo ele, caprichou na falta e fez o terceiro do Goiás e o segundo de falta dele no jogo. Final 3 a 1.

Na Arena da Baixada, o Atlético Paranaense fez o duelo de rubro negros contra o Flamengo. Apático em campo, o Flamengo não resistiu aos ataques do furacão e não resistiu. Aos 12 minutos, Roberto acertou belo chute de fora da área e abriu o marcador. Cleberson ampliou aos 32 minutos e o Flamengo teve poucas chances de chegar próximo do gol. No segundo tempo, aproveitando cruzamento, Cleberson fez mais um e fechou a conta. Final 3 a 0. 

Ainda hoje colocaremos abaixo os gols da rodada

Análise:

G-4

Briga entre Atlético Mineiro e Grêmio pelo vice-campeonato. Vale financeiramente e moralmente para fechar bem o brasileirão. Pelo quarto lugar, o São Paulo pode até empatar com o Goiás para estar na Libertadores. O Internacional precisará secar o adversário e vencer o Cruzeiro em casa para ir à competição continental. Já Sport e Santos deram adeus a briga. O leão precisava que o São Paulo não vencesse e o Santos acabou perdendo para o Vasco. Jogo complicado para o tricolor paulista, que jogará contra um Goiás ainda acreditando que pode seguir na primeira divisão. Ao mesmo tempo o Inter não terá vida fácil, então nada está definido.

Z-4

Na luta contra a degola, apenas o Joinville está garantido na série B. O Goiás precisa, além de ganhar do São Paulo, torcer por tropeços de Vasco, Avaí e Figueirense para escapar. O Vasco precisa passar pelo Coritiba e ainda torcer para que Avaí e Figueirense no máximo empatem. O Figueirense precisa ganhar e torcer contra o Avaí, para que no máximo empate. Jogam diante do Fluminense. Já o Avaí, vencendo, escapa sem depender de outros resultados. Caso empate, precisará torcer por derrotas ou empates de Figueirense e Vasco. O Coritiba, décimo quinto, pode empatar com o Vasco que se garantirá na elite do futebol brasileiro ano que vem. Se perder, precisará torcer por resultados negativos de Figueirense e Avaí. 

Como já citamos, Coritiba e Vasco se enfrentarão. Talvez o jogo mais importante e nervoso da última rodada. Uma partida que vale a permanência das duas equipes na primeira divisão e que deverá contar com estádio cheio em Curitiba. 


Não deixe de comentar e compartilhar este e outros posts do Nerd Esporte. Isso nos ajuda muito e faz do blog cada vez melhor.

Até mais!

sábado, 28 de novembro de 2015

Gols da Semana



Salve Salve Nerds!



Sábadão, quase dezembro, você de olho nas férias e vamos com os golaços dessa semana. Iniciando com os tentos selecionados pela Goal-Best. No cardápio, golaço de fora da área, gol limpando a defesa e encobrindo o goleiro, gol com caneta no defensor e belo chute, gol marcado no brasileirão e mais. Confira:



Seguindo o jogo, você confere a volta da rodada no Campeonato Alemão, com os cinco gols mais bonitos da décima terceira rodada:




Na França, em meio a mais homenagens às vítimas dos ataques terroristas ocorridos, o campeonato nacional voltou e tivemos bons gols por lá. Confira no replay:



Você, que gosta do futebol italiano, pode ver abaixo todos os gols da décima terceira rodada da Série A. O canal ainda não seleciona os gols mais bonitos, mas vale conferir:




Não deixe de comentar e compartilhar este e outros posts do Nerd Esporte. Isso nos ajuda muito e faz do blog cada vez melhor.

Até mais!

quarta-feira, 25 de novembro de 2015

Podcast Nerd Esporte #5 - A Gourmetização do Esporte



Salve Salve Nerds!




Está no ar mais um Podcast Nerd Esporte! Nessa edição, Arthur e João falam sobre a Gourmetização do Esporte. Como o esporte era tratado antes, os atletas que não se preocupavam tanto com as declarações e as mudanças ocorridas dos anos 80 e 90 para hoje. As consequências da gourmetização e o nosso apelo pela volta do esporte de raiz, o esporte moleque, o esporte toca y me voy... 




Faça o download direto do podcast no link AQUI

Citados nos comentários:

A queda de Ronda Rousey

GP do Brasil de Fórmula 1

Extra:

Podcast Esporte Final sobre Bad Boys


Assine o nosso FEED

Deixe o seu comentário sobre a gourmetização do esporte no replay

Curta o Nerd Esporte no Facebook e nos siga no Twitter

Até mais!

segunda-feira, 23 de novembro de 2015

Uma goleada digna de ouro



Salve Salve Nerds!

Foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians


Mais uma vez, a Thanile vem aqui para falar de clássico, da goleada corinthiana contra o São Paulo ontem, que selou com chave de ouro o sexto título da equipe do Campeonato Brasileiro:

Alguns disseram na quinta-feira que o título do Corinthians no campeonato Brasileiro era o símbolo do pontos-corridos. Empate, combinação de resultados e título garantido. Mal esperam esses o clássico de domingo.

Corinthians e São Paulo fizeram um clássico digno de festa, mas festa apenas para um dos lados. A torcida corinthiana compareceu, bateu o recorde na Arena, mais de 45 mil torcedores. Para quem esperava um clássico estilo Corinthians e Palmeiras, pelo segundo turno do Brasileirão, viu ainda mais pelo elenco corinthiano.

Time misto, com apenas Cássio, Felipe e Ralf de titulares, foi suficiente, e até demais, para bater a equipe são paulina. Apesar do início morno, sem muitas emoções, o primeiro tempo já terminou com goleada, 3x0 no placar.
O São Paulo não esboçava reação, mesmo com as substituições do intervalo da partida, os jogadores pareciam não acreditar no que estava acontecendo no jogo. Ou realmente não queriam atrapalhar a festa da Fiel torcida. 

O destaque do jogo foi Romero, jogador que fez o primeiro gol do time no campeonato. Mas, uma coisa ficou evidente, o elenco reserva do Corinthians é melhor que muitas equipes do Brasil. Da zaga ao ataque, mesmo sem volume de jogo, as jogadas características do Corinthians, com troca rápida de passes, movimentação e infiltração pelas laterais continuaram. Bruno Henrique, Romero (2x), Edu Dracena, Lucca e Cristian marcaram os gols, todos jogadores reservas. 

Para aqueles que achavam que o Brasileirão perde o encanto ao ser pontos corridos, a equipe corinthiana deu uma ótima resposta, e acima disso selou o título mais que merecido do Corinthians.

Agora, deixo de lado minha discrição jornalística e falo como torcedora corinthiana que viu 5 dos 6 títulos brasileiros. Tite, obrigada por fazer desta equipe um time unido, que mostra dentro de campo a razão de ser e estar onde está. Estamos vivendo 2011 de novo e queremos as alegrias de 2012 também. Parabéns, Corinthians. É festa na favela, é hexa!


Não deixe de comentar e compartilhar este e outros posts do Nerd Esporte. Isso nos ajuda muito e faz do blog cada vez melhor.

Até mais!

Warriors e o melhor começo da história da NBA



Salve Salve Nerds!

Foto: Bart Young/AFP

Neste domingo, um recorde que não era igualado haviam 22 anos foi alcançado pelo Golden State Warriors na NBA. A equipe de Oakland já fez história na temporada passada ao ser campeã, mas não tirou o pé e segue imbatível nesse começo.

O time da Califórnia já havia igualado um recorde antes da partida de ontem, contra o Denver Nuggets, fora de casa. Igualaram as 14 vitórias do Boston Celtics de 1957/58, que conquistou 14 vitórias nos 14 primeiros jogos de temporada logo após serem campeões. Essa marca foi alcançada diante do Chicago Bulls em vitória por 106 a 94. O curioso do Celtics de 57 e 58 é que o time ganhou em 56/57 e perdeu em 57/58 para o Saint Louis Hawks. De 59 a 66 a equipe venceu todas as temporadas, somando nove títulos da NBA.

Os lances do jogo da vitória 14:




Voltando para ontem, jogo diante do Denver Nuggets. O time contou com grande atuação dos Splash Brothers, Klay Thompson anotou 21 pontos e Stephen Curry 19. Curry que também vem fazendo um excelente início de NBA, apenas no jogo de ontem ficou abaixo dos 20 pontos marcados. O placar fechou em 118 a 105 para os Warriors. 
Com esse triunfo, o time de Oakland igualou os começos de NBA do Washington Capitols, de 1948/49 e do Houston Rockets de 1993/94. Os Capitols chegaram a final dessa temporada, perdendo para o Minneapolis Lakers por 4 a 2. Já os Rockets de 1993/94 foram mais longe e venceram a temporada contra o New York Knicks por 4 a 3. Na temporada seguinte, venceram novamente ao fazerem um raro 4 a 0 na final diante do Orlando Magic. 

Confira os lances da vitória 15 dos Warriors AQUI.


Como vimos, as equipes que conseguiram esses recordes normalmente se deram bem e chegaram ao menos a final da NBA. Pelo elenco que tem e obviamente pelas 15 vitórias, os Warriors tem muitas condições de chegar a mais uma final. Ainda falta muito para os playoffs, lá em abril, mas com certeza o melhor time do momento está em Oakland. 
O próximo jogo do Golden State Warriors é contra o Los Angeles Lakers, amanhã, meia noite e meia horário de Brasília. 

Outro recorde que a equipe poderá alcançar na temporada, caso siga no ritmo expressivo que vem tendo, é o de superar 72 vitórias e apenas 10 derrotas que o Chicago Bulls de 95/96 teve na temporada regular. Os Bulls, comandados por Michael Jordan, conseguiram, nos 15 primeiros jogos daquela temporada, 13 vitórias e duas derrotas. Tinham média de 103,5 pontos por jogo e permitiam aos adversários converterem apenas 45,5% dos arremessos. Já os Warriors dessa temporada conseguiram as 15 vitórias, média de 114,5 pontos por jogo e permitem em média 42,7% de conversões dos arremessos. 

É difícil comparar em épocas diferentes a qualidade entre os dois times, além de que o Bulls era um dos maiores times que o basquete já viu. Junto de Jordan, haviam Scottie Pippen, Steve Kerr, Ron Harper, Toni Kukoc e Luc Longley na equipe. No entanto, os recordes não são quebrados por equipes ruins, então há de se dar valor ao que os Warriors vem fazendo com Stephen Curry, Klay Thompson, Andre Iguodala (MVP das finais passadas) e companhia. 



Não deixe de comentar e compartilhar este e outros posts do Nerd Esporte. Isso nos ajuda muito e faz do blog cada vez melhor.


Até mais!

sábado, 21 de novembro de 2015

Gols da Semana



Salve Salve Nerds!

Foto: Jonathan Nackstrand


Mais um sabadão e vamos com os principais gols da semana. Como hábito já desse post, vamos com os gols da Goal-Best. No menu de hoje, temos golaço na série B do brasileirão, voleio espanhol, pancada de fora da área, falta precisa de Ibrahimovic, golaço na série A do brasileirão e mais. Confira no replay:



Seguindo, vamos com os 10 gols mais bonitos da Bundesliga marcados por franceses. Como não houve rodada do nacional no final de semana passado e infelizmente tivemos a tragédia ocorrida na França, os alemães deixaram esta singela homenagem aos franceses. Confira:




Como bônus, confira também os 10 gols mais bonitos até agora, nas 12 rodadas de Bundesliga 2015/16. Veja abaixo:




Para nossa alegria, temos também os 10 gols mais incríveis do mês de outubro no Campeonato Espanhol. Isso mesmo, os golaços de uma das melhores ligas do mundo em outubro (meio atrasado) você vê abaixo:




Lamentavelmente a EA Sports não colocou ainda os golaços do FIFA 16. Caso eles coloquem, adicionaremos no post. 

Não deixe de comentar e compartilhar este e outros posts do Nerd Esporte. Isso nos ajuda muito e faz do blog cada vez melhor.

Até mais!

sexta-feira, 20 de novembro de 2015

Eliminatórias e Brasileirão



Salve Salve Nerds!

Semana com vários jogos e disputas importantes, tanto nas eliminatórias sul-americanas quanto no brasileirão.



Começando pelas eliminatórias, na Colômbia a seleção local encarou a Argentina, com as duas seleções precisando do resultado para encostar no G-4. A partida foi morna, mas os nossos vizinhos argentinos foram melhores e marcaram com Biglia, respirando na competição.

Falamos agora do líder das eliminatórias, o Equador, que visitou a Venezuela. A seleção surpresa até agora foi pra cima da frágil Venezuela e chegou a abrir 3 a 0 com Caicedo, Jefferson Montero e Fidel Martinez. A seleção vino tinto até diminuiu o placar com Josef Martinez, mas não evitou a derrota. Final 3 a 1 e Equador líder isolado com 12 pontos.

O Uruguai encarou o Chile, prometendo grande jogo entre as equipes e um repeteco da eliminação uruguaia na Copa América. Mas, os uruguaios não deram chances e atropelaram o Chile com vitória por 3 a 0, gols de Godín, Álvaro Pereira e Marin Cáceres.

Os paraguaios receberam a Bolívia no jogo dos desesperados das eliminatórias. Os bolivianos abriram o marcador com Yasmani Duk, porém não resistiram ao jogo fora dos domínios e levaram a virada. Os nossos vizinhos paraguaios empataram com Lucas Barrios e viraram com Lezcano. O Paraguai pulou para o quarto lugar na tabela.

Fechando a rodada, a nossa seleção brasileira recebeu a seleção peruana para um duelo importante para a permanência no G-4. A partida começou ruim para o Brasil, com o Peru até chegando com certo perigo ao ataque. Mas, ao longo do jogo, a seleção melhorou e dominou completamente o jogo. Os gols foram anotados por Douglas Costa, de canela, Renato Augusto depois de grande jogada de Douglas Costa e Filipe Luís fechando o marcador.

Confira os gols abaixo:







Foto: Ueslei Marcelino/Reuters


Pelo Brasileirão, rodada valendo a taça e com brigas mais acirradas ainda contra a queda. Abrindo a rodada ainda no domingo, o Cruzeiro recebeu o Sport no Mineirão. O time celeste não tomou conhecimento do adversário e venceu por 3 a 0, com gols de Marcos Vinicius, Willians e Durval, contra. 

No jogo dos desesperados, o Goiás recebeu o Coritiba no Serra Dourada. Surpreendendo o adversário, o coxa abriu o marcador com Juan. No final da primeira etapa, João Paulo ampliou. Fred marcou o gol de honra goiano e Henrique Almeida fechou a conta com 3 a 1. 

No Moisés Lucarelli, a Ponte Preta bobeou e perdeu para o desesperado Figueirense. O figueira venceu com gol de Clayton. 

No clássico catarinense dos desesperados, o Avaí recebeu o Joinville. André Lima abriu o marcador para o leão, mas o JEC empatou com Fernando Viana. A virada do Avaí veio apenas aos 42 minutos da segunda etapa, com gol de Everton Silva. 

Na partida mais disputada e emocionante da rodada, o Atlético Paranaense recebeu o Palmeiras. O furacão abriu o placar logo com um minuto de jogo, com Marcos Guilherme. Na segunda etapa, o verdão empatou aos oito minutos com Robinho. Aos 28 minutos, a virada do Palmeiras. Jackson subiu mais alto que a defesa no cruzamento de Zé Roberto e marcou. Ewandro, recém entrando em campo, recebeu passe e aos 38 minutos empatou novamente o jogo. 
Em lance muito reclamado pelos palmeirenses pelo juiz não ter mandado a cobrança de falta atleticana voltar, pois a barreira estava sendo arrumada ainda, Ewandro marcou de novo e virou o jogo, 3 a 2. Aos 49 minutos, na bacia da bacia das almas, lance com bate rebate e a bola ficou com Alecsandro, que novamente empatou a partida. Final 3 a 3. 

Em sua arena, o Grêmio encarou o Fluminense pela consolidação no G-4. O tricolor gaúcho venceu por 1 a 0, gol de Luan. 

Na Arena Condá, a Chapecoense encarou o traumático Internacional, recordando partidas passadas entre os dois. A chape venceu por 1 a 0, gol de Ananias. 

No jogo que poderia ajudar o Corinthians a ser campeão, o São Paulo recebeu o Atlético Mineiro. O tricolor paulista abriu o placar com gol de Alan Kardec. Mas, no ritmo de "eu acredito", o galo virou o jogo com Luan e Dátolo. Mas, o São Paulo empatou com Michel Bastos em golaço, virou com Alan Kardec e ampliou com Luís Fabiano. Final 4 a 2. 

O zero a zero da rodada foi entre Santos e Flamengo.

Fechando e valendo a taça antecipada do brasileirão, o desesperado Vasco recebeu o Corinthians. A partida foi na maior parte do tempo truncada, mas no segundo tempo o time da Colina abriu o placar com Julio Cesar. O Vasco teve Rodrigo expulso, após um chute no rosto de Malcom. No finalzinho, aos 36 minutos, cruzamento e Vagner Love, de cabeça, empatou o jogo e carimbou mais ainda a faixa de campeão. Final 1 a 1.


Análise:

G-4

Com o título merecido nas mãos do Corinthians, que tem o melhor ataque, defesa, melhor mandante e visitante, a briga na parte de cima fica pela quarta vaga no G-4. O São Paulo, atual quarto colocado, vem aproveitando as falhas dos adversários na briga. Santos, Internacional e Sport perderam nessa rodada. A briga promete se estender até a última rodada e a decisão da Copa do Brasil também poderá mudar a luta com talvez uma vaga a mais se Santos ou Palmeiras terminem no G-4. 
Pela tabela e pela simulação superficial que fizemos, o São Paulo tenderá a ficar com a vaga, por ter confrontos mais fáceis com Figueirense em casa e Goiás, que mesmo em seus domínios não vem bem. O Santos tem páreo duro com os desesperados Coritiba e Vasco, que podem complicar, além do Atlético Paranaense. O Internacional, além da diferença de três pontos para o São Paulo, tem um Grenal, Fluminense fora e Cruzeiro em casa. 
O Sport, que corre mais por fora ainda, terá que tirar os quatro pontos do São Paulo e ganhar do Atlético Paranaense e Corinthians em casa, para depois jogar fora com a Ponte Preta. 
Como o futebol não é uma ciência exata, esperamos que tenhamos bastante emoção e que a vaga seja decidida apenas na última rodada. 

Z-4

Na luta contra a queda, até o Figueirense, décimo quinto, ainda corre risco, O time tem 39 pontos e está a apenas dois do Coritiba, o décimo sétimo e primeiro dos rebaixáveis. A vitória sobre a Ponte Preta aliviou a equipe, mas os próximos jogos, diante de Chapecoense em casa, São Paulo fora e Fluminense em casa não ajudam muito. 
Logo atrás está o Avaí, com 38 pontos. O time venceu o confronto direto contra o Joinville e deu um importante passo. Se complica nos próximos jogos, pois tem confronto fora contra o Fluminense, em casa diante da Ponte Preta e fecha contra o Corinthians fora.
Dentro do Z-4, o Coritiba, depois da decisão contra o Goiás, tem o Santos em casa, o Palmeiras fora e o Vasco em casa, no jogo que pode valer a queda ou não para os dois times. 
O Goiás visita  o Atlético Mineiro, visita a Chapecoense e termina sua jornada em casa contra o São Paulo. Tabela complicadíssima para o esmeraldino. 
Já o Vasco, quatro pontos atrás do Avaí, precisará praticamente vencer todos os jogos, contra o Joinville fora, Santos em casa e Coritiba fora. 
Dependendo dos resultados, o Joinville poderá cair já na próxima rodada, pois está a sete pontos do Avaí e se o rival do estado ganhar já rebaixa o JEC por manter uma diferença maior que os seis pontos que estarão em jogo nas duas últimas rodadas. 



Não deixe de comentar e compartilhar este e outros posts do Nerd Esporte. Isso nos ajuda muito e faz do blog cada vez melhor.

Até mais!

quarta-feira, 18 de novembro de 2015

Podcasts Esportivos #3



Salve Salve Nerds!



Estamos de volta com dicas de Podcasts Esportivos. Veja os outros dois posts AQUI e AQUI. Começamos falando do podcast do blog O Fino da Bola. Ele, basicamente, fala de futebol, mas também já teve episódios sobre outras modalidades. Quatro amigos se revezam na apresentação, um corintiano, um palmeirense, um santista e ouro são paulino. Há também convidados dependendo do podcast. O podcast sempre tem muito conteúdo e vale bastante pra você que gosta de se informar e aprender mais do esporte, além do bom humor dos participantes. Confira o último episódio, que fala sobre a Globalização do Futebol:




Seguimos com um podcast diferente, apresentado por um personagem do esporte. É o podcast Quatro Linhas, criado e apresentado pelo zagueiro Wallace, do Flamengo. Ele, bom fã de podcasts e do conteúdo nerd, criou um programa para falar de futebol e da visão dos atletas sobre o esporte. Já saíram três episódios, um entrevistando Lulinha, a eterna promessa corintiana, outro falando com jogadores que deixaram o futebol para estudar e o último entrevistando o ex-volante Mauro Silva. Confira AQUI




Outra dica nossa é o podcast Fumble na Net. Ele fala de Futebol Americano, principalmente da última rodada da NFL, além de previsões da rodada seguinte. O diferencial deles é o bom humor e uma leveza maior na hora de falar do esporte. Se você gosta do esporte da bola oval vale a pena conferir AQUI


Seguindo, falamos de Basquete, do podcast Estação Basquete, que é criação do blog HBNSB. O podcast tem um estilo diferente, cada participante praticamente apresenta um quadro e é falado da história do esporte, de recordes, dados e da temporada atual da NBA. Dependendo do programa, há quadros diferentes também. Confira AQUI



Em breve, quando você menos esperar, teremos mais dicas de podcasts esportivos. Se você tiver algum podcast que não citamos nos três posts é só deixar nos comentários que falaremos no próximo. 

Não deixe de comentar e compartilhar este e outros posts do Nerd Esporte. Isso nos ajuda muito e faz do blog cada vez melhor.

Até mais!

terça-feira, 17 de novembro de 2015

Vídeos da Semana



Salve Salve Nerds!



Terça-feira e vamos com os principais vídeos esportivos da semana. Começamos já com uma produção épica e muito bem trabalhada. O canal Futebol o Grande criou o trailer de Seleção Brasileira - O Despertar da Força, logicamente, baseado em Star Wars - O Despertar da Força. Nossa seleção, que anda desacreditada e em crise, tanto em campo quanto fora dele, ganhou um trailer divertido sobre a situação, com muito bom humor. Confira:



Já chegamos a mostrar aqui o resumo da carreira de alguns jogadores na versão "Draw my life", sempre divertida e explicativa também para o público mais novo. Confira abaixo a história do mordedor Luisito Suarez. Via Trivela:



Inspirados pela classificação para a Eurocopa do ano que vem, os jogadores da Repúblic Tcheca foram chamados para gravar o hino da competição. O hino contou com os jogadores no coral e Petr Cech, o goleiro, mandando ver na bateria. Confira, via Brasil Mundial FC:



Falando no clube de Petr Cech, o Arsenal, dois companheiros dele, Hector Bellerin e Nacho Monreal, trocaram de funções no espetáculo do futebol e foram narrar os gols e lances da vitória de 4 a 1 sobre o Liverpool. Veja se eles tem talento para a narração e comentários:





No Hóquei, uma versão legítima da gloriosa e difícil defesa escorpião. O jogo era entre Tampa Bay Lightning e Florida Panthers, quando o goleiro Ben Bishop fez uma defesa e no rebote, sem chances de alcançar com os braços a bola, no arremate de Brandon Pirri, executou a defesa com a parte de trás do pé. Uma defesa incrível e que você confere abaixo, via Extratime:




Não deixe de comentar e compartilhar este e outros posts do Nerd Esporte. Isso nos ajuda muito e faz do blog cada vez melhor.

Até mais!

domingo, 15 de novembro de 2015

Colúnia Esportiva 70 - Interlagozzzzz




Salve Salve Nerds!



A Fórmula 1 voltou ao Brasil e com Interlagos lotado, mesmo com o título definido. Na qualificação, domínio desde o começo das Mercedes. Hamilton foi o mais rápido no Q1, seguido por Rosberg e pelas Ferrari. Ficaram de fora já na primeira parte: Pastor Maldonado, Jenson Button, Alexander Rossi, Will Stevens e Fernando Alonso, que teve problemas com o carro já na primeira volta. O espanhol sentou na beira da pista em uma cadeira e ficou tomando sol. Felipe Nasr passou, mas foi punido com três posições perdidas por atrapalhar Massa em uma volta rápida. 

Relaxando - Imagem: F1/Divulgação

No Q2, tudo igual na frente do grid, com Hamilton e Rosberg, seguidos por Vettel e Raikkonen. Romain Grosjean acabou rodando na pista e não conseguindo fazer uma volta rápida. Ele ficou de fora junto de Felipe Nasr, Carlos Sainz, Sergio Perez e Marcus Ericsson. Felipe Massa passou raspando, em décimo lugar. 

No Q3, a briga pela pole position, Nico Rosberg colocou as garras de fora e não deu espaço para Lewis Hamilton. O alemão fez a pole position por incríveis 0.078 milésimos de diferença para Hamilton. Sebastian Vettel, o terceiro, ficou a meio segundo de Hamilton. Em quarto ficou Valtteri Bottas, quinto Kimi Raikkonen, sexto Nico Hulkenberg, sétimo Daniil Kvyat, oitavo Felipe Massa, nono Daniel Ricciardo e décimo Max Verstappen. 

Algumas posições foram mudadas no grid. Bottas perdeu três posições por ultrapassar sob bandeira vermelha no treino livre. Daniel Ricciardo trocou o motor e perdeu dez posições. Felipe Nasr perdeu três posições também por ter atrapalhado Massa no Q1.



Na largada, Rosberg manteve a ponta, com Hamilton pressionando. Massa se manteve em oitavo e Nasr subiu para décimo segundo. Bottas pulou de sétimo para quinto. Carlos Sainz, que largou dos boxes com problemas no motor, abandonou logo na primeira volta. Nasr começou bem e passou Grosjean pelo décimo primeiro lugar. Já no começo, na volta 5, Ricciardo foi para os boxes trocar pneus tentando mudar a estratégia, pois largou em décimo nono. Grosjean foi pra cima de Nasr e conseguiu passar o brasileiro no final da reta principal. 

Com nove voltas, Vettel já estava quase cinco segundos atrás das Mercedes, corrida parada na frente do grid. No meio, Felipe Massa trazia um trem de pilotos, com Perez, Verstappen e Grosjean atrás. Ricciardo, em décimo nono, ia pra cima das Manor. Hulkenberg, que era sétimo, foi para os boxes, parou e voltou em décimo sexto. Grosjean, o décimo, vinha pra cima de Verstappen. Massa, com pneus desgastados, já ia para os boxes na volta dez e colocando pneus médios. Hulkenberg, já em décimo segundo, era atacado por Kvyat, o décimo terceiro. Bottas também parou e voltou em décimo primeiro.

Raikkonen e Rosberg, o líder, foi chamado para os boxes na volta 13. Felipe Nasr, sem ter parado ainda, era o quinto colocado. A parada foi bem ruim e demorou 4.4 segundos. Hamilton parou na volta seguinte e foi em 3.6 segundos na troca. Voltou atrás de Rosberg. Top 5 com Rosberg, Hamilton, Vettel, Raikkonen e Bottas. Maldonado, sem parar e largando com pneus médios, estava em sexto. Hulkenberg, bem mais rápido que Maldonado, passou o piloto venezuelano pelo sexto lugar. Perez, com a outra Force India, era pressionado por Verstappen. 

Mais rápido, Hamilton vinha encostando em Rosberg e estava a menos de um segundo do líder. Ele encostou mas nada de tentar passar ainda. Kvyat passou bonito por Maldonado pelo sétimo lugar e Felipe Massa aproveitou para encostar e passar o venezuelano também.   Hamilton ainda não conseguia, na volta 23, chegar dividindo alguma curva com Rosberg. Nasr, com a faca nos dentes, passou Button pelo décimo quarto lugar.

Mesmo com Rosberg pressionado, Vettel não conseguia tirar diferença de tempo para o compatriota e para Hamilton. Diferença subiu para seis segundos. Na volta 26, Maldonado enfim foi para os boxes. Na volta 27, Verstappen foi pra cima de Perez, atrapalhado por uma Manor. Na volta 30, Verstappen seguia tentando encostar em Perez em busca do nono lugar. Corrida bem parada. Na raça, na vontade, Verstappen foi e passou Perez. Grosjean pegou carona e passou Perez. Rosberg parou na volta 34 e Hamilton foi chamado também, por não estar rendendo bem na pista. 

Raikkonen, sem parar ainda, estava em segundo, entre Rosberg e Hamilton. E Maldonado, recordando os velhos tempos de acidentes, bateu em Ericsson . Hamilton, sem problemas, passou Raikkonen. Em busca da segunda Sauber abatida, Maldonado foi pra cima de Nasr. Maldonado não teve problemas e passou Nasr pelo nono lugar. Vettel, com nobre ajuda do companheiro Raikkonen, passou o finlandês pelo terceiro posto. Diferença de 6.7 segundos para as Mercedes. Inspirado, o Maldonator passou Kvyat pelo sétimo lugar. Grosjean passou Verstappen pelo décimo posto. Maldonado, pela batida com Ericsson, teve cinco segundos acrescidos ao tempo final de prova pela batida com Ericsson. 

Kvyat deu o troco em Maldonado na luta pela sétima posição. Massa tentando chegar em Maldonado, que estava já com os pneus acabando. O brasileiro veio bem e passou rápido pelo venezuelano. Hamilton, na volta 47, vinha tentando encostar de novo em Rosberg, com diferença de menos de dois segundos entre os dois. Ricciardo, em corrida de recuperação, vinha pra cima de Perez pelo décimo primeiro lugar. Vettel foi para os pits na volta 48 e Rosberg foi também na seguinte. Ambos colocaram pneus médios ao invés dos macios. 

Briga boa entre Ricciardo e Perez. O australiano passou o alemão, que tentou dar o troco. Hamilton também parou, voltando mais atrás de Rosberg do que estava antes. Com os retardatários no caminho, Hamilton diminuiu a diferença para 1.5 segundos. Voando, o inglês fez melhor volta da prova e tirou a diferença para menos de um segundo. Maldonado, de novo ele, foi pra cima de Nasr pela décima primeira posição. Hamilton travou forte ao ser atrapalhado por Grosjean e ficou mais atrás de Rosberg. 

Nasr viu Maldonado chegando e conseguiu fechar a porta para o venezuelano. Maldonado tentou na volta seguinte e aí sim conseguiu. Grosjean também foi pra cima de Nasr e passou o brasileiro. Verstappen também não perdeu tempo e foi para a ultrapassagem no brasileiro. Nasr segurou e por muito pouco os dois não bateram. Por fora, Verstappen foi e passou. Na frente, Grosjean e Maldonado também brigavam, pelo nono lugar. Nasr, rendendo mal com o carro, foi passado por Perez e Ricciardo. 

Restando nove voltas, brigas apenas no meio do grid. Sem dar chances, Rosberg abriu sete décimos de segundo para Hamilton, ampliando a diferença para 2.7 segundos. Kvyat vinha pra cima de Hulkenberg pela sexta posição. Diferença em menos de um segundo entre os dois. Verstappen, sempre arrojado, vinha pra cima de Maldonado, o rei das batidas. O dinamarquês/holandês vinha pra cima tentando por todos os lados e curvas passar o venezuelano. No final da reta principal, Verstappen passou sem problemas e assumiu o décimo lugar, o lugar do ponto de honra. 

E vence Nico Rosberg! Segunda vitória seguida no ano e em Interlagos! Segundo Lewis Hamilton, terceiro Vettel, quarto Raikkonen, quinto Bottas, sexto Hulkenberg, sétimo Kvyat, oitavo Massa, nono Grosjean e décimo Verstappen. Rosberg garante o vice com 31 pontos de vantagem para Vettel após a vitória. 

Vice garantido para Rosberg - Imagem: F1/Divulgação
A Fórmula 1 volta daqui duas semanas, com o GP de Abu Dhabi para fechar a temporada 2015. 

Não deixe de comentar e compartilhar este e outros posts do Nerd Esporte. Isso nos ajuda muito e faz do blog cada vez melhor.


Até mais!

UFC 193 e a derrota de Ronda Rousey



Salve Salve Nerds!


Neste sábado o histórico UFC 193 foi até a Austrália, no Etihad Stadium, na cidade de Melbourne. O grande estádio necessitava de uma estrela para encher e então a maior delas foi até lá, Ronda Rousey enfrentou a supercampeã de trocação, Holly Holm. Na luta co-principal outra disputa de cinturão, entre a polonesa campeã dos pesos-palha Joanna Jędrzejczyk contra a canadense Valérie Létourneau.



Holly Holm venceu Ronda Rousey por nocaute aos 59s do R2


O que dizer sobre uma noite histórica? O que dizer sobre uma das maiores zebras da história do MMA? O que dizer sobre uma das derrotas mais significativas da história do esporte? O que falar da luta que é o equivalente a Anderson Silva perder para Chris Wiedman e GSP para Matt Serra?
Sim, Ronda Rousey perdeu e minha visão é de choque, desde que a luta acabou eu ainda não dormi, só fiquei pensando sobre o que essa luta tem de impacto para o MMA.

Sobre a luta: Ronda começou querendo acabar a luta de qualquer maneira,se expondo muito, isso contra uma supercampeã da trocação é um erro, parecia abalada ou com um nervosismo fora do normal. Holm por sua vez aplicou os golpes de maneira contundente, com uma surpreendente medição de distância.

Ainda no primeiro round Holly fez duas coisas que surpreenderam, defendeu a chave de braço, coisa que ninguém ainda havia feito, além disso Holm fez o até pouco tempo impensável, colocou Ronda de costas no chão.

O momento mais importante da noite
Na volta do round Ronda visivelmente abalada entrou da mesma maneira, entrando com tudo para tentar acabar a luta, ledo erro, muito afobada e nervosa somente se jogou para cima, sem tentar pensar em como evadir da trocação top mundial de Holm. O resultado: um show de olés e para finalizar um chutaço que demoliu Ronda. Assista o nocaute AQUI ou AQUI

Por outro ângulo o chute que acabou com a luta

O prognóstico é de que haja uma revanche imediata, no UFC 200, card esperado para ser um dos melhores de todos os tempos.Na entrevista Holly disse: “I think a rematch makes sense for sure. I’ve been on the losing side of a fight and wanted a rematch. Absolutely she deserves one.” Tradução livre: "Eu penso que uma revanhce faz sentido, com certeza. Eu já estive no lado perdedor de uma luta e quis uma ravanche. Com certeza ela merece uma."
Holly Holm, 19 vezes campeã de boxe fez seu nome na história, venceu Ronda Rousey em um momento que ela era invencível, talvez tão invencível quanto Anderson Silva era antes de enfrentar Chris Weidman. Após a luta Ronda foi direto para o hospital e não apareceu na coletiva pós evento, mas apenas por segurança, ela está bem
Imagem aérea de Ronda caída
Por mais que eu torcia para Ronda antes da luta, acho essa zebra sensacional, resta saber se a agora ex-campeã dos pesos-galos tem força psicológica para voltar e vencer Holly Holm, que já garante um bom dinheiro e com certeza se torna uma das maiores lutadoras de todas as modalidades da história. 
A nova campeã ostentando o cinturão
Joanna Jędrzejczyk venceu Valérie Létourneau por Decisão Unânime
Grande chute de Joanna no primeiro round
No primeiro round Létourneau agiu da maneira certa, encurtando o espaço e dessa maneira a campeão não conseguiria aplicar os melhores golpes, seus bons chutes no rosto. A canadense segurou um chute, levou para o chão e dominou no clinch, ao fim do round Joanna aplicou um chutaço, que já mostrava como seria o ritmo da luta.
A partir do segundo round a campeã começou a aplicar seu jogo, com muito mais velocidade e maior quantidade de golpes, seus chutes na perna abriram espaço para o que se tornaria a principal valência da luta. Por mais que Valérie bloqueasse os chutes ela não conseguiu levar para o chão novamente. Com o passar da luta Joanna acumulava mais potência e velocidade, os chutes nas pernas definiram e com o passar do tempo a diferença de movimentação era cada vez maior, a partir do terceiro round a luta começou a ficar mais unilateral, com vantagem muito clara para a campeã nos rounds finais.
O saldo final é positivo para ambas, Valérie que é apenas a 8° no ranking mostrou potencial para evoluir e se tornar um grande nome na categoria. Já a campeã, mostra evolução, sua velocidade parece cada vez maior e agora vai enfrentar a brasileira Cláudia Gadelha, em revanche da luta com resultado polêmico, que para muitos foi vencida pela brasileira.

Mark Hunt venceu Antônio “Pezão” Silva por nocaute aos 3m14s do R1

Antônio Pezão lutou com uma impressão de sempre estar receoso, aplicando chutes baixos, mas com a impressão de estar com medo dos potentes golpes do Super Samoano Mark Hunt. Em resposta aos chutes baixos do brasileiros Hunt chutava na linha de cintura e abria espaço para a sua mão direita batizada pelo demônio.
Quando o brasileiro começou a ficar encurralado Hunt jogou um direto, que pegou de raspão, mas mesmo assim derrubou o brasileiro, já no chão o neozelandês aplicou mais dois golpes para liquidar a fatura.
Na revanche de uma das maiores lutas de pesos-pesados da história, em 2013, prevaleceu a mão pesadíssima de Mark Hunt. Após uma surra que levou para Stipe Miocic é bom ver o Super Samoano com mais uma vitória.

Robert Whittaker venceu Uriah Hall por Decisão Unânime

O jovem Robert Whittaker iniciou de maneira ideal, com explosão, partindo para cima a todo momento, pressionando o jamaicano Hall, encurtou a distância e bloqueou os espaços, não deixou em nenhum momento o adversário se sentir confortável, com bons socos e chutes para abrir a sequência, ciente dos chutes rodados perigosos de Hall, Whittaker encurtou a distância para que esses golpes perdessem potência. No primeiro round essa tática garantiu que Robert conseguisse uma queda e abrisse boa vantagem na parcial.
No segundo round e terceiro round Whittaker continuou com a mesma tática, encurtar os espaços, abrir com bons cruzados e diretos, dessa vez a luta foi para o clinch e o Neozelandês dominou nesse setor, com boas joelhadas e pisões. A luta foi parada por conta de um jab que de forma não intencional tocou no olho de Hall, quando a regra diz que a luta só deve ser interrompida quando o dedo vai no olho.
Excelente vitória do bom prospecto Robert Whittaker, com respeito tático em todo momento, se configura como um nome real na categoria. Já Hall novamente tem seus momentos, nunca se sabe qual tipo de lutador vai entrar em ação.

Jared Rosholt venceu Stefan Struve por Decisão Unânime
 
Luta morna entre Jared Rosholt e Stefan Struve

Resultados do Card Preliminar:

Jake Matthews venceu Akbarh Arreola por nocaute técnico aos 5m00s do R2
Kyle Noke venceu Peter Sobotta por nocaute técnico aos 2m01s do R1Gian Villante venceu Anthony Perosh por nocaute aos 2m56s do R1Danny Martinez venceu Richie Vaculik por decisão unânime                          
Daniel Kelly venceu Steve Montgomery por decisão unânimeRichard Walsh venceu Steven Kennedy por decisão unânimeJames Moontasri venceu Anton Zafir por nocaute técnico aos 4m36s do R1Ben Nguyen venceu Ryan Benoit por finalização aos 2m35s do R1

sábado, 14 de novembro de 2015

Gols da Semana



Salve Salve Nerds!



Ainda consternados pelos ataques terroristas em Paris, vamos aos gols mais bonitos dessa semana. Nos gols escolhidos pela Goal-Best, já começamos com o golaço, a pintura, a obra de arte que Neymar fez contra o Villarreal. Temos também voleios, um dos gols que "Pelé não fez", gol chapelando na área, gol coletivo e mais. Confira no replay:




Fique abaixo com os golaços da rodada no Campeonato Alemão, que foram caprichados também:




O próximo amistoso da França foi cancelado e ontem mesmo a seleção alemã precisou ficar a noite toda no Stade de France devido a ameaças de novos ataques próximos ao estádio após o jogo contra a seleção local. Portanto, vamos recordar bons momentos com os gols mais bonitos da última rodada do Campeonato Francês. 





Seguimos agora com os gols que os jogadores de videogame fizeram no FIFA 16. Dessa vez, a maioria deles teve participação do Neymar e no final você ainda pode votar no mais bonito dos cinco selecionados. Confira:




Como ontem tivemos Argentina x Brasil, você confere abaixo os melhores momentos do jogo:




Não deixe de comentar e compartilhar este e outros posts do Nerd Esporte. Isso nos ajuda muito e faz do blog cada vez melhor.


Até mais!

sexta-feira, 13 de novembro de 2015

NBA - Expectativas e Resultados Iniciais



Salve Salve Nerds!



A NBA começou e, inclusive, o podcast que não conseguimos gravar seria para falar deste começo. Com um pouco de tempo, vamos hoje falar sobre como começou a temporada da maior liga de basquete do mundo. 

Expectativas

Foto: Luis Sinco/Los Angeles Times


Antes da temporada começar, as expectativas caíram sobre os últimos finalistas, o Golden State Warriors e o Cleveland Cavaliers. Os Warriors por terem mantido o elenco e os Cavaliers pela volta de Kevin Love e Kyrie Irving, que se machucaram na parte final da última temporada, além de LeBron James é claro. 

Outras equipes de destaque que podemos citar:

Oeste:

San Antonio Spurs, Houston Rockets, Los Angeles Clippers e Oklahoma City Thunder.

Leste:

Chicago Bulls, Cleveland Cavaliers, Atlanta Hawks, Miami Heat e Washington Wizards.

Essas conclusões foram tiradas de acordo com os elencos, o desempenho na última temporada e a grande ajuda do Guia ESPN.

Todo ano, os dirigentes da NBA votam em quem eles acreditam que serão os destaques da temporada. Segundo eles, o campeão será o Cleveland Cavaliers. O segundo mais preferido para levar a taça é o San Antonio Spurs e o terceiro, o atual campeão, Golden State Warriors. LeBron James foi disparado o mais votado como o MVP da temporada regular, ou o jogador mais valioso da temporada regular. São várias perguntas nesse questionário, desde o melhor calouro ao jogador que seria o melhor treinador no futuro. Confira as perguntas e respostas AQUI

Começo de temporada



Neste início de temporada regular, os favoritos apontados nas expectativas vem comprovando as apostas. Mas, ninguém imaginava um início de temporada tão avassalador do Golden State Warriors. O time de Stephen Curry venceu todas as dez partidas que disputou até agora. É o melhor início da história do time na NBA. Caso vençam os próximos cinco jogos, alcançarão o recorde de 15 vitórias seguidas de Houston Rockets em 1993/94 e Washington Capitols em 1948/49. Quem imaginava Stephen Curry mais apagado no começo de temporada vê o armador do time voando. Ele já superou a marca dos 40 pontos em três das dez partidas do time. 

O Cleveland Cavaliers também vem com boa campanha. Perderam apenas na estreia, diante do Chicago Bulls, para já emplacar sete vitórias seguidas. A equipe não vem com tanto brilho e dando show nos jogos, mas vem jogando muito bem e sempre buscando o resultado quando precisa. Deverá evoluir e ter seus jogadores em melhor forma ao longo da temporada regular para chegar 100% nos playoffs.

Vale também o destaque no Leste para Atlanta Hawks com oito vitórias e duas derrotas, Miami Heat e Toronto Raptors com seis vitórias e três derrotas. No Oeste, o San Antonio Spurs tem seis triunfos e duas derrotas, Oklahoma City Thunder tem cinco vitórias e três derrotas e Los Angeles Clippers cinco vitórias e quatro derrotas. 

A única equipe que não venceu uma partida foi o Philadelphia Sixers, com oito derrotas.  

Brasileiros



Neste ano, o Brasil bate o recorde de participantes na NBA, com nove brasileiros presentes. São eles: 

Anderson Varejão - Cleveland Cavaliers: 

Machucado, Varejão ainda não voltou a jogar pelo Cavaliers. Ele não joga faz muito tempo, então fica complicado dizer como estará. No entanto, não acredito que seja titular como pivô com os concorrentes que tem no time, como Timofey Mozgov. 

Bruno Caboclo e Lucas Bebê - Toronto Raptors:

Os dois atletas brasileiros não serão aproveitados de primeira no time principal do Toronto. Eles jogarão a Liga de Desenvolvimento da NBA com o time que o Toronto dispõe por lá. Servirá como formação aos dois, que poderão quem sabe aparecer no time principal em próximos jogos. 

Cristiano Felício - Chicago Bulls:

Felício era dúvida no começo, mas fez bons amistosos e estreou bem nos Bulls. O time o confirmou como um dos 15 para a temporada e ele vem jogando alguns minutos por partida. É uma grande experiência para o jovem jogador, que já apareceu bem entre tantos destaques do time. 

Leandrinho - Golden State Warriors:

Leandrinho é o mais experiente e o mais vencedor dos brasileiros na liga americana de basquete. Campeão da última temporada, vem como um reserva de luxo da equipe e normalmente dá conta do recado quando chamado. Quem sabe possa aparecer mais de titular do que na temporada passada. 

Marcelinho Huertas - Los Angeles Lakers:

Vindo do basquete europeu, Huertas fez bons jogos de pré-temporada e convenceu o Los Angeles Lakers a contrata-lo. O problema é a fase da equipe, que não ajuda muito, além de o peso de jogar na NBA ter parecido pesar no jogador. Marcelinho não vem tendo boas atuações e vem ficando pouco tempo em quadra, que é importantíssimo para um estreante. 

Nenê - Washington Wizards:

Após ser uma das principais peças dos Wizards nos playoffs da temporada anterior, Nenê vem fazendo um início abaixo da média. Ficou pouco tempo em quadra e não vem conseguindo render o mesmo. O Brasil e os Wizards esperam que ele melhore para que o time chegue longe nos playoffs. 

Raulzinho - Utah Jazz:

O brasileiro com maior ascensão dos citados é com certeza Raulzinho. Ele vem em seu primeiro ano de NBA e já tem média de 17 minutos jogados por partida. Virou titular do Utah Jazz e vem ganhando experiência, apesar das atuações mais discretas. 

Tiago Splitter - Atlanta Hawks:

Depois de ajudar os Spurs a conquistar o título da NBA na temporada 2013/14, Tiago Splitter caiu de rendimento na temporada passada e foi vendido ao Atlanta Hawks. Vem tendo problemas físicos, a exemplo de Nenê e vem jogando pouco para um jogador mais consagrado, 18 minutos apenas. O Hawks fez a segunda melhor campanha da temporada passada, portanto é um time com qualidade, menor pressão e que poderá fazer o jogador voltar a ter boas atuações. 

Este foi um resumo desse começo. São muitos jogos, partidas quase todos os dias e ainda muito o que acontecer antes dos playoffs em abril.  

Não deixe de comentar e compartilhar este e outros posts do Nerd Esporte. Isso nos ajuda muito e faz do blog cada vez melhor. 

Até mais!

quarta-feira, 11 de novembro de 2015

Imagem e Esporte




Salve Salve Nerds!

Fazia um tempinho que não tínhamos esse post aqui, mas voltamos com o Imagem e Esporte. Começando com camisas de futebol religiosas. Isso mesmo, os designers Liguel Sousa e Francisco Pancho Cassis desenharam camisas de futebol das principais religiões do mundo, com as cores principais de cada uma e desenhos que as lembrem. Confira, via Verminosos por Futebol:

Escudo católicos

Uniforme católicos

Escudo budistas

Uniforme budistas

Escudo hindu


Uniforme hindu

Escudo islâmico

Uniforme islâmico

Escudo judeu

Uniforme judeu

Escudo protestante

Uniforme protestante

Escudo ortodoxo

Uniforme ortodoxo

Seguindo com uniformes, o designer Alexandre De Sève desenhou os uniformes das equipes da NBA como se fossem de equipes de futebol. Os desenhos ficaram muito bonitos e com certeza se fossem vendidos nas lojas das equipes teriam vários compradores. Veja todos os desenhos AQUI. Confira abaixo, via Extratime:








Resolveram imaginar alguns craques da atualidade no futuro, caso fossem treinadores de futebol. O resultado não foi aquelas coisas, mas seria interessante ver esses craques comandando times na beira do gramado. Confira, via Trivela:








O designer Matheus Vitorelli resolveu refazer os escudos de Ponte Preta, Corinthians, Palmeiras, Santos e São Paulo de um modo diferente. Ele redesenhou os escudos em cima dos escudos de times ingleses, que segundo ele mesmo explica, seriam equipes mais ou menos compatíveis nas histórias e títulos. Assim, o Corinthians foi comparado ao Chelsea, por terem um título continental e até então cinco nacionais para ambos. O Palmeiras foi comparado ao Arsenal, por ser um grande clube mas ambos não conseguem títulos de maior expressão há alguns anos. 

Já o São Paulo foi equiparado ao Manchester United. São os maiores campeões e dominaram a última década, porém vivem tempos difíceis e de crise. O time da baixada foi comparado ao Liverpool. Ambos foram esquadrões e tem muita história, mas vivem com a sombra dos tempos gloriosos os atormentando. A macaca querida, a Ponte Preta, foi relacionada ao West Ham. Os dois times nunca ganharam um título importante, a Ponte nunca foi campeã, além de viverem na sombra de rivais que já ganharam destaque. Confira os escudos abaixo, via Verminosos por Futebol:







Não deixe de comentar e compartilhar este e outros posts do Nerd Esporte. Isso nos ajuda muito e faz do blog cada vez melhor.


Até mais!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...